Desenvolvimento identitário e perturbações de internalização em adultos emergentes: o papel mediador do social connectedness

DSpace/Manakin Repository

Desenvolvimento identitário e perturbações de internalização em adultos emergentes: o papel mediador do social connectedness

Show full item record

Title: Desenvolvimento identitário e perturbações de internalização em adultos emergentes: o papel mediador do social connectedness
Author: Bendelec, Sílvia Costa Segal
Abstract: Os processos de desenvolvimento identitário, as perturbações de internalização e o social connectedness são variáveis influentes nas trajectórias desenvolvimentais de adultos emergentes. Com recurso a um desenho quantitativo transversal e uma amostra de 275 adultos emergentes (n = 275), com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos, o presente estudo pretende analisar a relação entre o desenvolvimento identitário, as perturbações de internalização e o social connectedness em adultos emergentes; se as perturbações de internalização predizem os processos de desenvolvimento da identidade e o papel mediador do social connectedness nesta relação. Os resultados dos modelos de equações estruturais mostram que as perturbações de internalização são preditoras dos processos de desenvolvimento da identidade e o social connectedness é um mediador da relação entre estas variavéis. Os resultados sugerem que níveis elevados de sintomatologia depressiva e ansiosa estejam associados a um processo de desenvolvimento identitário inadaptativo. Os resultados sugerem que a sintomatologia depressiva e ansiosa em adultos emergentes está associada à falta de confiança interpessoal, à incapacidade de percepcionar as situações sociais como oportunidades para certificar a sua visão do mundo, e consequentemente como forma de alicerçar a identidade pessoal. São discutidas as implicações para a literatura relacionada com adultos emergentes, psicopatologia, identidade e social connectedness.The processes of identity development, internalization disorders and social connectedness are influential variables in the developmental trajectories of emergent adults. Using a quantitative cross-sectional design and a sample of 275 emergent adults (n = 275), aged between 18 and 30 years, the present study aims to analyze the relationship between identity development, internalisation and social disturbances connectedness in emerging adults; if the internalization perturbations predict the processes of identity development and the mediating role of social connectedness in this relation. The results of the structural equation models show that the internalization disturbances are predictors of the processes of identity development and social connectedness is a mediator of relationship between these variables. The results suggest that high levels of depressive and anxious symptomatology are associated with an inadaptative process of identity development. The results suggest that depressive and anxious symptomatology in emergent adults is associated with a lack of interpersonal trust, an inability to perceive social situations as opportunities to certify their view of the world, and consequently as a basis for personal identity. Implications for the literature related to emerging adults, psychopathology, identity and social connectedness are discussed.
Description: Orientação: Ana Nazaré Prioste
URI: http://hdl.handle.net/10437/8804
Date: 2018


Files in this item

Files Size Format View Description
TeseFinal.pdf 1.195Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account