Body dissatisfaction and sexual distress: testing a mediation model with pregnant and non-pregnant partnered women

DSpace/Manakin Repository

Body dissatisfaction and sexual distress: testing a mediation model with pregnant and non-pregnant partnered women

Apresentar o registro simples

dc.contributor.advisor Pascoal, Patrícia, orient.
dc.contributor.author Coelho, Soraia de Jesus Rosa
dc.date.accessioned 2018-03-12T15:56:17Z
dc.date.available 2018-03-12T15:56:17Z
dc.date.issued 2017
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/10437/8619
dc.description Orientação: Patrícia Pascoal pt
dc.description.abstract manidades e Tecnologias – Escola de Psicologia e Ciências da Vida 5 Resumo Introdução: A gravidez é caracterizada por mudanças físicas, hormonais e psicológicas que podem afetar a sua sexualidade daquelas que estão em um relacionamento diádico, afetando a relação sexual do casal. Objetivo: Comparar uma amostra de mulheres grávidas e não grávidas e estabelecer se as mulheres grávidas apresentam níveis mais baixos, iguais ou superiores de insatisfação corporal, distração cognitiva durante a atividade sexual e distress sexual sobre a função sexual em comparação com mulheres não gravidas e testar um modelo explicativo moderado de mediação do impacto da insatisfação corporal em sofrimento sexual, usando a gravidez como moderador. Métodos: O presente estudo teve a participação de 44 mulheres não grávidas e 43 mulheres grávidas da população geral portuguesa (n = 87), com idade compreendidas entre os 25 e 40 anos que se autoidentificam como heterossexuais e estão envolvidas em uma díada exclusiva e comprometida, e que completaram uma pesquisa on-line. Principais medidas de estudo: as mulheres completaram a medida geral validada da insatisfação corporal (Escala Global de Insatisfação Corporal), distress sexual (procedimento retirado da Pesquisa Nacional de Atitudes Sexuais e Estilo de Vida), distração cognitiva baseada na aparência do corpo durante a atividade sexual (Escala de Distração de Aparência Corporal). Resultados: Distração cognitiva com a aparência do corpo intervém na associação entre insatisfação com o corpo e dificuldades sexuais. Além disso, o efeito da insatisfação corporal sobre o distress sexual, na presença da variável mediadora, foi reduzido a não significância, revelando assim um efeito de mediação completo da distração cognitiva com base na aparência do corpo na associação entre insatisfação corporal e angústia sexual. Conclusão: Este estudo avança nossa compreensão da sexualidade durante a gravidez, avaliando o distress sexual. Como tal, os dados fornecem uma imagem mais precisa sobre o distress sexual que as mulheres experienciam durante a gravidez em relação à insatisfação corporal. pt
dc.description.abstract Introduction: Pregnancy is characterized by physical, hormonal, and psychological changes that can affect women’s sexuality and for those who are in a dyadic relationship, it also affects couple’s sexual relationship. Aim: Compare a sample of pregnant and non-pregnant women and establish if pregnant women have lower, equal or higher levels of body dissatisfaction, body appearance cognitive distraction during sexual activity and sexual distress about their sexual function compared to non-pregnant women and to test a moderated mediation explanatory model of the impact of body dissatisfaction on sexual distress, using pregnancy as the moderator. Methods: The present study had the participation of 44 non-pregnant women and 43 pregnant women from the general Portuguese population (n = 87), aged between 25 and 40 years who self-identify as heterosexual and are involved in an exclusive and committed dyadic relationship, completed an online survey. Main Outcome Measures: Women completed validated general measure of body dissatisfaction (Global Body Dissatisfaction Scale), sexual distress (procedure taken from National Survey of Sexual Attitudes and Lifestyles), cognitive distraction based on body appearance during sexual activity (Body Appearance Cognitive Distraction Scale). Results: Cognitive distraction with the appearance of the body intervenes in the association between dissatisfaction with the body and sexual difficulties. In addition, the effect of body dissatisfaction on sexual distress, in the presence of the mediating variable was reduced to non-significance, thus revealing a full mediation effect of cognitive distraction based on the body's appearance in the association between body dissatisfaction and sexual distress. Conclusion: This study advances our understanding of sexuality during pregnancy by evaluating sexual distress. As such, the data provide a more accurate picture on the sexual distress that women experience during pregnancy in relation to body dissatisfaction. en
dc.format application/pdf
dc.language.iso eng pt
dc.rights openAccess
dc.subject MESTRADO EM TRANSDISCIPLINAR DE SEXOLOGIA pt
dc.subject SEXOLOGIA pt
dc.subject SEXUALIDADE FEMININA pt
dc.subject IMAGEM CORPORAL pt
dc.subject MULHERES pt
dc.subject GRAVIDEZ pt
dc.subject COMPORTAMENTO SEXUAL pt
dc.subject SEXOLOGY en
dc.subject FEMALE SEXUALITY en
dc.subject BODY IMAGE en
dc.subject WOMEN en
dc.subject PREGNANCY en
dc.subject SEXUAL BEHAVIOUR en
dc.title Body dissatisfaction and sexual distress: testing a mediation model with pregnant and non-pregnant partnered women pt
dc.type masterThesis pt
dc.identifier.tid 201874563 pt


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar Descrição
Dissertação_Soraia_final_com_juri.pdf 521.2Kb PDF Visualizar/Abrir Dissertação de Mestrado

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro simples

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta