Vitimação por stalking e funcionamento psicológico na idade adulta: o papel moderador da duração da experiência

DSpace/Manakin Repository

Vitimação por stalking e funcionamento psicológico na idade adulta: o papel moderador da duração da experiência

Show simple item record

dc.contributor.advisor Ferreira, Célia, orient.
dc.contributor.author Leite, Ana Isabel Dias
dc.date.accessioned 2018-02-20T18:33:03Z
dc.date.available 2018-02-20T18:33:03Z
dc.date.issued 2017
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/10437/8525
dc.description Orientação: Célia Isabel Lima Ferreira pt
dc.description.abstract O stalking constitui um fenómeno de violência socialmente significativo, complexo e multifacetado. De acordo com esta perspetiva, as pessoas com níveis superiores de Bemestar possuem uma melhor autoaceitação e assumem a intenção de se sentirem bem consigo próprias, e conscientes das suas próprias limitações. O principal objetivo deste estudo é testar o papel moderador da duração da experiência de vitimação por stalking na predição do funcionamento psicológico atual, tendo como variável antecedente a frequência dos comportamentos deste tipo, sofridos durante o último ano. A amostra do estudo foi constituída por um total de 494 participantes, na maioria mulheres (74.8%), com idades compreendidas entre os 18 e os 63 anos (M= 32.35; DP= 9.43). A duração do stalking afigurou-se um moderador estatisticamente significativo na relação entre a frequência dos comportamentos e o BEP – ‘Domínio do Meio’ (β = .375, p = .011), indivíduos que reportaram ter sofrido comportamentos de stalking num registo mais frequente revelaram maior BEP (Domínio do Meio). Este estudo vai ao encontro da necessidade de se alargar o estudo de diferentes experiências de vitimação a indicadores de funcionamento positivo e/ou de saúde mental das vítimas. pt
dc.description.abstract Stalking is a phenomenon of violence that is socially significant, complex and multifaceted. According to this perspective, people with higher levels of Well-being have greater self-acceptance and are willing to feel good about themselves, including being aware of their own limitations. This study aimed to test the moderating role of the duration of the stalking victimization experience in the prediction of current psychological functioning, having as antecedent variable the frequency of the behaviors of this type suffered during the last year. The study sample consisted of a total of 494 participants, mostly women (74.8%), aged 18-63 years (M = 32.35, DP = 9.43). The duration of stalking appeared to be a statistically significant moderator in the relationship between behavioral frequency and BEP - 'Medium Domain' (β = .375, p = .011), individuals who reported having suffered stalking behaviors in a frequent register showed higher BEP (Medium Domain). This study is in line with the need to extend the study of different experiences of victimization to indicators of positive functioning and / or mental health of the victims. en
dc.format application/pdf
dc.language.iso por pt
dc.rights openAccess
dc.subject MESTRADO EM PSICOLOGIA DA JUSTIÇA pt
dc.subject PSICOLOGIA pt
dc.subject PSICOLOGIA FORENSE pt
dc.subject VIOLÊNCIA pt
dc.subject CRIME DE PERSEGUIÇÃO pt
dc.subject SINTOMATOLOGIA pt
dc.subject BEM-ESTAR pt
dc.subject PSYCHOLOGY en
dc.subject FORENSIC PSYCHOLOGY en
dc.subject VIOLENCE en
dc.subject STALKING en
dc.subject SYMPTOMATOLOGY en
dc.subject WELLNESS en
dc.title Vitimação por stalking e funcionamento psicológico na idade adulta: o papel moderador da duração da experiência pt
dc.type masterThesis pt
dc.identifier.tid 201690233


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação_AnaIsabel_19 abr.pdf 499.4Kb PDF View/Open Dissertação de mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account