Tratamento da osteoartrite canina com plasma rico em plaquetas alogénico

DSpace/Manakin Repository

Tratamento da osteoartrite canina com plasma rico em plaquetas alogénico

Apresentar o registro completo

Título: Tratamento da osteoartrite canina com plasma rico em plaquetas alogénico
Autor: Santos, Sara Alexandra Duarte dos
Resumo: A osteoartrite (OA) é a forma mais comum de artrite e a principal causa de dor crónica em cães. A elevada incidência e morbilidade desta doença justifica o interesse pelo estudo dos seus mecanismos desencadeadores e fisiopatológicos de forma a desenvolver tratamentos cada vez mais eficazes e individualizados, bem como de novas estratégias profiláticas. O plasma rico em plaquetas (PRP) consiste numa suspensão de sangue centrifugado contendo uma elevada concentração de plaquetas. Quando utilizado, aumenta e acelera os efeitos de factores de crescimento e de diferenciação, contidos nas plaquetas, na regeneração de tecidos. O PRP é utilizado na OA de forma a estimular a regeneração da cartilagem articular com vista a permitir ao cão uma locomoção sem claudicação e sem dor num determinado período de tempo. No presente trabalho teve como objectivo avaliar o efeito do PRP na terapia de osteoartrite, recorrendo a uma abordagem alogénica. A população estudada foi composta por cinco cães de diferentes raças, entre os 6 e os 12 anos, 3 machos e 2 fêmeas, atendidos no Hospital Veterinário da Arrábida, em Azeitão (Portugal), no ano de 2015. Todos os cães apresentavam OA e foram tratados com PRP obtido de forma alogénica a partir de sangue recolhido dos mesmos animais e posteriormente processado em conjunto. O PRP foi aplicado por via intra-articular nas articulações afectadas e os animais foram acompanhados aos 30, 60 e após 90 dias. Esta modalidade terapêutica mostrou ser segura e obteve resultados positivos em todos os animais do estudo para o tratamento da osteoartrite. Todos os animais do estudo apresentaram melhorias aos 30 e aos 60 dias após a aplicação do PRP, tanto no grau de claudicação como no grau de dor, tendo sido mais significativa após os 90 dias da mesma. É importante salientar que, o sucesso dos resultados na terapia com PRP parece ser evidente com OA iniciais. O interesse do PRP tem vindo a aumentar em Medicina Veterinária, existindo ainda, poucas referências sobre o seu efeito na OA canina. Nesse sentido, será importante estudar a sua aplicação num maior número de cães, a fim de validar este procedimento como prática terapêutica na rotina clínica.Osteoarthritis is the most common form of arthritis and the number one cause of chronic pain in dogs. The increasing incidence and morbidity of this disease has made it a target for researchers to unveil its triggers and physiopathological mechanisms for a more individualized and efficient treatment as well as new profilactic strategies. Platelet rich plasma (PRP) consists of a centrifuged blood suspension containing a high concentration of platelets. When used, it increases and accelerates the effects of growth factors and differentiation, contained in platelets, on tissue regeneration. The PRP is used in OA in order to stimulate the regeneration of articular othooa certain period of time. In the present study, the central objective was to evaluate the effect of PRP on canine osteoarthritis (OA) therapy, using na allogenic approach. The studied population was composed of five dogs of different races, between 6 and 12 years old, 3 males and 2 females, attended at the Veterinary Hospital of Arrábida, Setúbal. All dogs presented OA and were treated with PRP with allogeneic PRP from blood collected from the same animals and then processed together. The PRP was applied intra-articularly in the affected joints and the animals were followed at 30, 60 and after 90 days. This therapeutic modality showed to be safe and obtained positive results in all the animals of the study for the treatment of canine osteoarthritis. All the animals in the study presented improvements at 30 and 60 days after PRP application, both in degree of lameness and pain degree, being more significant after the 90 days of the application. It is important to note that the success of the results in PRP therapy appears to be evident with initial OA. The interest of PRP has been increasing in Veterinary Medicine, and there are still few references to its effect on PRP therapy in canine osteoarthritis. In this sense, it would be important to have more studies and more cases in dogs, in order to validate this procedure as a therapeutic practice in the clinical routine.
Descrição: Orientação: João Filipe Requicha ; co-orientação: Ângela Martins
URI: http://hdl.handle.net/10437/8149
Data: 2017


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar Descrição
DM_Sara Santos.pdf 1.266Mb PDF Visualizar/Abrir Dissertação de Mestrado

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro completo

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta