Satisfação com o apoio social e sintomatologia depressiva em homens e mulheres após o nascimento de um filho

DSpace/Manakin Repository

Satisfação com o apoio social e sintomatologia depressiva em homens e mulheres após o nascimento de um filho

Show full item record

Title: Satisfação com o apoio social e sintomatologia depressiva em homens e mulheres após o nascimento de um filho
Author: Madahil, Maria Margarida Freire Portas Sampaio
Abstract: Este estudo teve como objetivo estudar a associação entre satisfação com o suporte social e sintomatologia depressiva após o nascimento de um filho, sendo de natureza quantitativa e transversal. Participaram 112 adultos, 49 homens e 63 mulheres, com idades entre 18 e 52 anos que tinham tido um filho nos últimos 24 meses. Como instrumentos de avaliação foram utilizados: um questionário de dados sociodemográficos e clínicos construído propositadamente para esta investigação, a Escala de Satisfação com o Suporte Social e a Escala de Sintomatologia Depressiva Pós-Parto de Edinburgh. De acordo com os resultados obtidos, não existem diferenças nos níveis de sintomatologia depressiva e de satisfação com o suporte social experienciados por homens e mulheres. Todavia, a níveis mais elevados de satisfação com o suporte social correspondem níveis mais baixos de sintomatologia depressiva. O género mostrou não ter um papel relevante na relação entre os dois constructos. Algumas dimensões sociodemográficas associam-se à sintomatologia depressiva e à satisfação com o suporte social, como a situação profissional e o estado civil. Conclui-se que tanto para homens como para mulheres, após o nascimento de um filho, níveis mais elevados de satisfação com o suporte social se associem a níveis mais baixos de sintomatologia depressiva.This study aim is to study the association between satisfaction with social support and depressive symptomatology in men and women after the birth of a child. This study is quantitative and transversal. It was attended by 112 adults, 49 men and 63 women, aged between 18 and 52 years, after the birth of a child in the last 24 months. The instruments used were: in addition to a demographic and clinical data questionnaire built purposely for this investigation, the Satisfaction with Social Support Scale and the Edinburgh Post-partum Depressive Symptomatology Scale. According to the obtained results there are no differences between sexes for depression and for the satisfaction with social support. Although, higher levels of satisfaction with social support correspond to lower levels of depressive symptomatology. Gender turned out to not have a relevant role in the relationship between the two constructs. Some socio-demographic dimensions are associated to depression symptomatology and to satisfaction with social support, as employment status and marital status. The main conclusion is that for both men and women, after the birth of a child, higher levels of satisfaction with social support are related to lowest levels of depressive symptomatology.
Description: Orientação: Raquel Sofia Antunes Pires
URI: http://hdl.handle.net/10437/7988
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação Mar ... hil - final pos defesa.pdf 1.158Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account