Identificação de cavalos seropositivos a anaplasma phagocitophilum em cavalos hospitalizados

DSpace/Manakin Repository

Identificação de cavalos seropositivos a anaplasma phagocitophilum em cavalos hospitalizados

Show full item record

Title: Identificação de cavalos seropositivos a anaplasma phagocitophilum em cavalos hospitalizados
Author: Bragança, Filipe Manuel Serra
Abstract: A bactéria Anaplasma phagocytophilum (anteriormente referida como Ehrlichia equi) pode infetar várias espécies de mamíferos como ruminantes, cães, humanos e cavalos. Em Portugal este agente é transmitido pelo Ixodes ricinus. A sintomatologia associada à infeção por Anaplasma phagocytophilum em cavalos é inespecífica, dificultando assim o seu diagnóstico, podendo resultar em períodos prolongados de tratamento, com quadros de febre de origem desconhecida e, eventualmente, internamento hospitalar. Foram analisados resultados serológicos, por imunofluorescência indireta, para Anaplasma phagocytophilum, provenientes de dois grupos: um grupo constituído por dados prospetivos e outro grupo por dados retrospetivos. No grupo onde foram usados dados retrospectivos, 16% das 115 amostras foram seropositivas para Anaplasma phagocytophilum,32% das 112 amostras foram seropositivas para Babesia caballi e 34% das 115 amostras foram seropositivas para Theileria equi. No grupo onde foram usados dados prospetivos, usando 20 cavalos internados em ambiente hospitalar não foram encontrados cavalos seropositivos para Anaplasma phagocytophilum. O Anaplasma phagocytophilum foi recentemente isolado em Portugal por outros autores e artigos recentemente publicados em outros países encontraram uma percentagem de cavalos infectados idêntica ao estudo aqui apresentado. Os resultados apresentados neste trabalho são pioneiros, sugerindo que os cavalos em território nacional encontram-se expostos ao Anaplasma phagocytophilum e poderão desenvolver sintomatologia associada à infecção por este agente.The bactéria Anaplasma phagocytophilum, otherwise known as Ehrlichia equi, can infect several species of mammals including ruminants, dogs, humans and horses, In Portugal, this agent is transmited by Ixodes ricinus. Infected horses show mild and unspecific clinical signs when infected, resulting in a difficult and prolonged diagnosis. This can result in long periods of treatment for cases of fever of unknown origin and undiagnosed malaise. On this study in a group composed of retrospective data we found 16% of the 115 samples positive for Anaplasma phagocytophilum, 32% of the 112 samples positive for Babesia caballi and 34% of the 115 samples positive for Theileria equi. In another group composed of prospective data from hospitalized horses, we found 0% of the 20 samples negative for Anaplasma phagocytophilum. The bactéria Anaplasma phagocytophilum, was recently isolated in Portugal and recently published studies in other countries show similar results to this study. To the authors knowledge this is the first published data in Portugal concerning the infection of horses with Anaplasma phagocytophilum, suggesting that they are exposed to this bacteria and might become infected developing clinical signs related to the infection.
Description: Orientação : Rui Pedro Brás Martins Faisca ; co-orientação : Manuel Mário de Araújo Pequito
URI: http://hdl.handle.net/10437/7756
Date: 2013


Files in this item

Files Size Format View Description
Temporario02.pdf 53.95Kb PDF View/Open DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account