Perceções dos professores face à inclusão e o “ranking” das escolas

DSpace/Manakin Repository

Perceções dos professores face à inclusão e o “ranking” das escolas

Show full item record

Title: Perceções dos professores face à inclusão e o “ranking” das escolas
Author: Calvinho, Amílcar Fernando Caldeira
Abstract: O momento atual de inclusão no ensino, debate-se com dificuldades para manter e melhorar a Educação Inclusiva, é necessário alvitrar uma transformação para que o direito à educação, seja de todos e para todos. O objetivo deste estudo procura, equacionar as diferenças e semelhanças entre os docentes das disciplinas de Educação Física, Português, Matemática e Tic´s, com referência às Culturas e Políticas inclusivas e a sua consonância com a classificação das suas escolas no Ranking do sistema educativo. Foi aplicado como instrumento para a recolha de dados, o questionário “Index for Inclusion – developing learning and participation in schools” (2002), da autoria de Tony Booth e Mel Ainscow, tendo sido inquiridos cento e oitenta e um docentes dos ensinos Básicos e Secundários que lecionam em escolas dos Concelhos de Lisboa, Amadora e do Distrito de Viana do Castelo. Foram analisados os resultados através do package estatístico SPSS Statistics (versão 20.0).Ferramenta informática que permite realizar testes estatísticos simples ou mais complexos e visualizar duma forma acessível os resultados. A perceção dos professores, aliado ao conhecimento e experiência dos processos da sua formação permite-nos concluir: a necessidade do desenvolvimento de outras competências, que lhes possibilitem realizar outras funções para além da sua especialização, é sentida por estes com certa premência e sublinham a necessidade dos programas de formação não se basearem unicamente nas suas perceções, mas sim, valorizar a atribuição de condutas dos professores e que os professores que lecionam nas escolas. Este estudo aponta ainda para que os docentes com mais perceção da inclusão é inversa à classificação dos rankings das escolas onde lecionam.The current moment of inclusion in education is facing difficulties to maintain and improve inclusive education. It is necessary to propound a transformation so that the right to education will be of and for all. This study seeks to equate the differences and similarities among faculty in the disciplines of Physical Education, Portuguese, Mathematics and ICT, with reference to culture and inclusive policies and in line with the classification of their schools rank in the education system. Was applied as a tool for data collection the questionnaire "Index for Inclusion - Developing learning and participation in schools" (2002), written by Tony Booth and Mel Ainscow, having been polled one hundred and eighty-one teachers of Elementary and Secondary Schools in the municipalities of Lisbon, Amadora and the District of Viana do Castelo . The results were analyzed using the statistical package SPSS (version 20.0). Informatics tool to perform simple or more complex statistical tests and view the results in an accessible form. The perception of teachers, combined with the knowledge and experience of the processes of their formation allows us to conclude that the need to develop other skills, enabling them to perform other functions in addition to its expertise, is felt by those with a certain urgency and stress the need of training programs are not based solely on their perceptions, but rather enhance the allocation of teachers conduct that they teach in schools. This study also indicates that teachers with more perception of inclusion, is inversely proportional to the ranking classification of the schools where they teach.
Description: Orientação: Luís de Sousa
URI: http://hdl.handle.net/10437/7440
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account