Felicidade na dependência química: um estudo comparativo entre dependentes, ex dependentes e não dependentes

DSpace/Manakin Repository

Felicidade na dependência química: um estudo comparativo entre dependentes, ex dependentes e não dependentes

Show full item record

Title: Felicidade na dependência química: um estudo comparativo entre dependentes, ex dependentes e não dependentes
Author: Andrade, Anna Meire de Santana Correia 
Abstract: A dependência química é um problema preocupante na sociedade, pelo fato de conduzir muitos ao flagelo humano. São muitas as tentativas para dar respostas eficazes, não só ao tratamento, mas também aquilo que mais preocupa depois da abstinência, a recaída, pois o índice de sucesso é muito baixo e o de reincidência bastante elevado. O estado emocional do dependente químico é bastante afetado pelo consumo, e neste sentido o presente trabalho teve como objetivo estudar a felicidade no contexto da dependência química, nomeadamente a felicidade hedónica, felicidade eudaimónica e felicidade subjetiva. O estudo foi realizado numa amostra de 186 sujeitos, dos quais 79 integaram o grupo normal, 69 o grupo de dependentes e 38 o grupo de ex dependentes. Para a avaliação da felicidade hedónica foi utilizada a Escala de Experiencias Positivas e Negativas, que avalia a experiência subjetiva de sentimentos de bem-estar e mal-estar; para a felicidade eudaimónica utilizou-se a escala de florescimento que avalia as propriedades descritivas do exercício da eudaimonia; para a avaliação da felicidade subjetiva recorreu-se a Escala de felicidade subjetiva. Os resultados obtidos sugerem que os valores mais significativos foram evidenciados relativamente aos níveis de felicidade Eudaimónica e a felicidade Subjetiva em indivíduos ex dependentes.Chemical dependency continues to be an issue of concern in society, as it leads many to a human scourge. There have been several attempts to provide an effective response, not only for the treatment, but also what most concerns subsequently to the abstinence, the relapse, because the success rate is very low, and the recurrence very high. The emotional status of the chemical-dependent is quite affected by consumption so, the present work is proposed to study the happiness in the context of chemical dependency, including hedonic happiness, eudaimonic happiness and subjective happiness. The study was conducted on a sample of 186 subjects, of which 79 have been included in the normal group, 69 in the dependents’ group and 38 in the former dependents’ group. For the assessment of the hedonic happiness, The Positive and Negative Experiences Scale was applied, which assesses the subjective experience of feelings of well-being and malaise; for the eudamonic happiness, The Flursciment Scale was applied, in order to assess the descriptive properties of eudaimony; for the assessment of subjective happiness the instrument employed was the Subjective Happiness Scale. The outcome suggests that, in former dependent individuals, the most significant values were found in the Eudamonic Happiness and Subjective Happiness levels.
Description: Orientação: Américo Baptista
URI: http://hdl.handle.net/10437/7226
Date: 2015


Files in this item

Files Size Format View Description
Tese Anna Meire Andrade.pdf 525.4Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account