Casa da Música do Porto: arquitectura icónica e urbanismo

DSpace/Manakin Repository

Casa da Música do Porto: arquitectura icónica e urbanismo

Show full item record

Title: Casa da Música do Porto: arquitectura icónica e urbanismo
Author: Guerra, Manuel Pimentel Carvalho
Abstract: A arquitectura icónica criada a partir do século XX é um tema muito falado, em parte por ser sinónimo de espectáculo e inovação em arquitectura, mas também por ser sinónimo de gastos gigantescos e expectativas não correspondidas. Uma arquitectura icónica tem de estar ligada a um plano estratégico, que define as estratégias de planeamento urbanístico em relação à cidade, só dessa forma se consegue explorar o seu potencial e as suas características específicas. A Casa da Música do Porto foi o resultado de ambos os destinos, adorada por uns e detestada por outros, foi gradualmente conquistando a sua posição na cidade, sendo hoje inegavelmente um dos ícones da cidade. Pretende-se investigar como a Casa da Música se integrou no contexto urbano, quais as principais alterações que gerou e como tornou a cidade do Porto numa melhor cidade aos olhos nacionais e internacionais. O destino de uma arquitectura icónica é difícil de prever, sendo que muitos dos edifícios foram apenas o intervalo entre a próxima novidade icónica, deixando por resolver a malha urbana e deixando de ser ícones. Manter o estatuto de novidade é uma das maiores dificuldades que a arquitectura icónica atravessa.The iconic architecture created from the twentieth century, is a subject much talked about, in part because it is synonymous of performance and innovation in architecture, it is also synonymous of huge spending and unmet expectations. Iconic architecture has to be linked to a strategic plan that defines the strategies of urban planning in relation to the city, only in this way one can exploit their potential, of it´s specific characteristics. The Casa da Música in Oporto was the result of both destinations, adored by some and hated by others, has since then gradually gained its position in the city, and is now undeniably one of the city icons. The object of investigation is how the House of Music was integrated in the urban context, what are the main changes that has generated, and how it made the city of Oporto a better city to the national and international views. The fate of iconic architecture is difficult to predict, since many of the buildings were only the interval between the next iconic novelty, leaving unresolved urban fabric and no longer being icons. Maintaining the status of novelty is one of the biggest challenges facing iconic architecture.
Description: Orientação: Diogo Mateus
URI: http://hdl.handle.net/10437/6200
Date: 2012


Files in this item

Files Size Format View
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account