Municipalismo colonial e Municipalismo nativo em Goa

DSpace/Manakin Repository

Municipalismo colonial e Municipalismo nativo em Goa

Show simple item record

dc.contributor.author Souza, Teotónio R. de
dc.date.accessioned 2009-06-04T14:40:35Z
dc.date.available 2009-06-04T14:40:35Z
dc.date.issued 2001
dc.identifier.citation História dos Municípios: Administração, Eleições e Finanças, Funchal, Centro de Estudos de História do Atlântico, 2001, pp. 27-39
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/10437/565
dc.description.abstract Logo após a conquista de Goa em 1510 Afonso de Albuquerque estabeleceu a Camara / Senado de Goa, que serviu os interesses coloniais muito bem durante todo o período colonial. O Senado e outras instituições afiliadas, particularmente a Miserícórdia de Goa, eram dominados pelos casados brancos. Durante o século XVI o comércio rendia, mas com a chegada dos ingleses e dos holandeses começa o declínio comercial e do poder português nos mares. Como consequências os casados começam a investir nas terras das zonas rurais, nas provincias do interior de Goa, violando os direitos e privilégios das instituições autárquicas tradicionais dos goeses. Começam assim as fricções e as resistências que se vão tornando cada vez mais intensas no decorrer dos tempos.
dc.format application/pdf
dc.format.extent 21371309 bytes
dc.format.mimetype application/pdf
dc.language.iso por
dc.rights openAccess
dc.subject MUNICIPALISMO
dc.subject GOA
dc.subject PORTUGAL
dc.subject COLONIALISMO
dc.subject MUNICIPALITY
dc.subject COLONIALISM
dc.title Municipalismo colonial e Municipalismo nativo em Goa por
dc.type article


Files in this item

Files Size Format View
municipios.pdf 20.38Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account