Osteossíntese de fraturas diafisárias de tíbia com fixação externa: caraterização em canídeos e felídeos

DSpace/Manakin Repository

Osteossíntese de fraturas diafisárias de tíbia com fixação externa: caraterização em canídeos e felídeos

Show full item record

Title: Osteossíntese de fraturas diafisárias de tíbia com fixação externa: caraterização em canídeos e felídeos
Author: Franco, Susana de Jesus Silva
Abstract: A cicatrização óssea e o tempo decorrido até à união dos fragmentos de uma fratura dependem de múltiplos fatores. A presente dissertação consta de um estudo retrospetivo baseado numa amostra de 47 animais, cujo objetivo passa por tentar caraterizar os fatores que possam influenciar a cicatrização óssea em fraturas de tíbia com a técnica de fixação externa em canídeos e felídeos. A população foi analisada e distribuída segundo parâmetros intrínsecos, (espécie, o género, a raça e a idade) e extrínsecos (peso, a causa de fratura, a exposição do foco de fratura, o tipo de fratura, o tempo da lesão á cirurgia e o tempo de cicatrização óssea). Da análise observou-se que estas fraturas afetaram mais canídeos do sexo feminino, felídeos do sexo masculino e animais de idades mais jovens. Os acidentes rodoviários tiveram uma maior incidência em canídeos (72.4%), e o trauma por queda em felídeos (55.6%). Conclui-se que as fraturas fechadas e comunitiva foram as mais frequentes nas duas espécies. Na sequência da análise estatística de relação do tempo de cicatrização óssea com as variáveis utilizadas, constatou-se que, apenas a idade e o tempo decorrido desde a lesão à cirurgia mostraram diferenças estatisticamente significativas (p<0,05), podendo concluir-se que estas podem influenciar o tempo de cicatrização óssea.The bone healing and the time needed for the union of the fragments of a fracture depend on multiple factors. This dissertation consists of a retrospective study based on a sample of 47 animals. The aim of this study was to characterize the factors that may influence bone healing in tibial fractures with external fixation technique in dogs and cats. The population was analyzed and distributed according to intrinsic (species, gender, breed and age) and extrinsic parameters (weight, cause of fracture, the exposure of the fracture, the fracture type, time since injury until surgery and bone healing time). Analysis of the total population showed that these fractures affect more female canines, male felines and younger animals. Road accidents had a higher incidence in dogs (72.4%) and trauma from fall in felines (55.6%). Closed and comunitive fractures were the most frequent type of fractures in both species. Following the statistical analysis of time relation bone healing with variables used, it was found that in both species, only age and injury time to surgery showed statistically significant differences (p<0,05). Thus, we can conclude that age and time between lesion and surgery may affect the time until adequate bone healing.
Description: Orientação: David Ferreira ; co-orientação: Rui Onça
URI: http://hdl.handle.net/10437/5352
Date: 2013


Files in this item

Files Size Format View Description
dissertaçao mes ... a franco entrega final.pdf 1.722Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account