Caracterização e Classificação de 45 casos de Linfoma não-Hodgkin do gato de acordo com o esquema da Organização Mundial de Saúde (OMS)

DSpace/Manakin Repository

Caracterização e Classificação de 45 casos de Linfoma não-Hodgkin do gato de acordo com o esquema da Organização Mundial de Saúde (OMS)

Show full item record

Title: Caracterização e Classificação de 45 casos de Linfoma não-Hodgkin do gato de acordo com o esquema da Organização Mundial de Saúde (OMS)
Author: Felisberto, Ricardo Oliveira
Abstract: O linfoma é um dos tumores hematopoiéticos mais frequentemente diagnosticados no gato. Neste estudo retrospetivo foram utilizadas amostras previamente diagnosticadas como linfoma não-Hodgkin de 45 gatos, com os objetivos de caracterizar as entidades de “linfoma” segundo a OMS e analisar a concordância de três marcadores pan fenótipo B (CD79αcy; BLA.36 e Pax5). Todas as amostras foram processadas segundo técnica validada pelo serviço de Anatomia Patológica do Instituto Português de Oncologia, Francisco Gentil, Lisboa. As entidades de linfoma distribuíram-se da seguinte forma: o Linfoma B difuso de células grandes, variante imunoblástico (29%, 13/45) foi o subtipo mais frequente, seguido pelo Linfoma T Associado a enteropatia (17,8%, 8/45). Foram observadas expressões positivas das moléculas CD3 em 100% dos linfomas T, do BLA.36 em 100% dos linfomas B e em 9% (2/22) dos linfomas T, da molécula CD79αcy em 87% (20/23) dos linfomas B e da molécula Pax5 em 83% (19/23) dos linfomas B. Os nossos resultados confirmam a aplicabilidade do esquema de classificação OMS ao linfoma do gato e demonstram a necessidade do uso de diferentes anticorpos para a deteção de moléculas específicas de linhagem B e T para a definição do fenótipo do linfoma. No conhecimento do autor este é o primeiro trabalho realizado em Portugal aplicando o sistema de classificação da OMS, assim como a conjugação de três diferentes marcadores de linhagem B no linfoma não-Hodgkin do gato.Feline lymphoma is one of the most common hematopoietic tumours in this species. In this retrospective study, 45 previously diagnosed as non-Hodgkin feline lymphoma were used to characterize according to WHO classification system and to analyse the concordance of three pan B-cell markers (CD79αcy; BLA.36 e Pax5). All the samples were processed according to the validated technique currently used by the Instituto Português de Oncologia, Francisco Gentil, Lisboa. The most common subtype was the immunoblastic form of Diffuse Large B Cell Lymphoma (DLBCL) (28,9%, 13/45), followed by Enteropathy Associated T Cell Lymphoma (EATCL) (17,8%, 8/45). The immunostaining results revealed that anti- BLA.36, anti-CD79αcy and anti-Pax5 antibodies stained positive in, respectively, 100%, 87% and 83% of all B-cell lymphomas, and BLA.36 was also expressed in 9% (2/22) of all T-cell lymphomas. Our results confirm the applicability of the WHO classification scheme to feline lymphoma and shown the importance of using different B and T cell markers for an accurate lineage determination. To the best knowledge of the author this was the first study in Portugal using the WHO classification scheme and to apply three different B-cell markers in feline non- Hodgkin lymphoma.
Description: Orientação : Joaquim Henriques ; co-orientação : Pedro Faísca
URI: http://hdl.handle.net/10437/5321
Date: 2013


Files in this item

Files Size Format View
Caraterização e ... Felisberto, 20061797).pdf 42.25Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account