A população flutuante como dinamizador do centro histórico : a Praça da Figueira

DSpace/Manakin Repository

A população flutuante como dinamizador do centro histórico : a Praça da Figueira

Show full item record

Title: A população flutuante como dinamizador do centro histórico : a Praça da Figueira
Author: Araújo, Paulo Jorge Gomes de
Abstract: As sociedades contemporâneas confrontam-se com profundas e aceleradas mudanças microtecnológicas que configuram um novo modelo de economia (global e aberto), cujas implicações no desenvolvimento urbano importa conhecer e acompanhar. Lisboa enfrenta já este desafio, tendo a realização da Expo98 constituído um momento forte para repensar o seu futuro. Mantendo esta preocupação como pano de fundo, a nossa atenção vai incidir, nesta pesquisa, sobre o centro da cidade de Lisboa, a Baixa Pombalina. É aqui onde, ainda, são visíveis os resultados da desindustrialização e do despovoamento demográfico que a cidade conheceu a partir dos anos 70 do Séc. XX, sem esquecer também o impacto da demolição do mercado da Praça da Figueira, em 1949. Importa, então, situar as razões do esvaziamento demográfico e comercial da Baixa de Lisboa e, simultaneamente, estudar e identificar os desafios de reconfiguração deste núcleo central da cidade, agora enquadrados no processo de fragmentação que Lisboa - cidade metrópole - vem conhecendo desde os anos 80 do século passado. Será neste contexto de policentralidades que se procurará refletir sobre o impacto da população flutuante (estudantes e turistas) enquanto agentes que poderão contribuir para a dinamização e revitalização da Praça da Figueira, local escolhido pelo carácter emblemático e histórico que conota a baixa de Lisboa. O avanço de uma proposta de intervenção nesta praça, inspirada na ideia do papel que os estudantes universitários poderão desempenhar na animação dos espaços urbanos, enquadra-se numa preocupação de recolocar o núcleo central de Lisboa ao nível dos desafios que as metrópoles polinucleadas estão enfrentando no século XXI.Contemporary societies are confronted with profound and accelerated microtechnological changes that configure a new economic model (globalized), whose implications on urban development process we should understand and follow its. Lisboa is already facing this challenge and the Word’s Fair Expo ‘98 had constituted an important moment to rethink its future. Keeping this concern as background, in this research my attention will focus on the city center of Lisbon, more precisely in the Baixa Pombalina. It is here, where we can, still, see the results of deindustrialization and demographic depopulation of the 70’s of the last century, without forgetting also the impact of the demolition, in 1946, of the large covered market that existed in Praça da Figueira. In this context, it is important to list the reasons for the demographic and commercial deflation in Baixa de Lisboa, and simultaneously identifying the challenges of reconfiguration of this core city, now framed in a fragmentation process, that Lisboa – Metropolis City has been experiencing since the 80s of the twentieth century. Within the scope of the polycentricity will be discussed the impact of the floating population (students and tourists) as agents of stimulation and revitalization of Praça da Figueira, which was chosen for its symbolic and historic character, that connotes the Baixa de Lisboa. Inspired by the idea that the college students can make the difference on the animation of urban spaces an intervention proposal for this square is taken in advance, always with the intent of reattaching the central core of Lisboa in the high level of the challenges that the XXI century polynucleated metropolis faces.
Description: Orientação : Carlos Vieira de Faria
URI: http://hdl.handle.net/10437/5229
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View
Dissertacao_Pau ... definitiva_28-Fev-2014.pdf 5.035Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account