Dança, qualidade de vida e auto-conceito

DSpace/Manakin Repository

Dança, qualidade de vida e auto-conceito

Show full item record

Title: Dança, qualidade de vida e auto-conceito
Author: Torrinhas, Tatiana Rocha
Abstract: As crianças constituem aproximadamente um terço da população mundial, mas apesar da qualidade de vida e o autoconceito serem amplamente estudados, a perspetiva da criança é pouco considerada. Em termos de desenvolvimento, é reconhecida a relevância das experiências culturais e artísticas e, neste sentido, a dança revela alguma expressão. O presente estudo pretende compreender as relações entre a prática da dança, o autoconceito e a perceção da qualidade de vida em crianças. O objetivo principal foi verificar as diferenças entre crianças praticantes e não praticantes de aulas de dança relativamente a estas variáveis. Participaram 128 crianças com idades entre os 8 e os 12 anos (M=8,97; DP=0,96). O protocolo de investigação compreende um questionário sociodemográfico, o Questionário de Qualidade de Vida e o perfil de autoperceção da Escala de Autoconceito para crianças e pré-adolescentes de Susan Harter. Os resultados revelam diferenças estatísticamente significativas nas crianças praticantes de aulas de dança tendo sido encontrados níveis superiores de Qualidade de Vida no “score total” (t(126)=-2,65; p=0,009; d=0,48) e resultados superiores em algumas dimensões do autoconceito, nomeadamente na “Competência Escolar” (t(126)=-2,38; p=0,019; d=0,43). Foram apuradas diferenças marginalmente significativas nas dimensões “Aceitação Social”, “Comportamento” e “Autoestima”. Nesta investigação verificou-se uma correlação positiva entre o autoconceito e a qualidade de vida, sendo que este se revela como um preditor da qualidade de vida.Children are about one third of the world population. However, despite the quality of life and self-concept issues being widely investigated, children´s perspective is under contemplated. In terms of development, the importance of cultural and artistic experiences is considerated and dance reveals in this sense some expression. The present study aimed to understand the relationship between dance practice, self-concept and perception of quality of life in children. The main purpose was to investigate the differences between practitioners and non-practitioners of dance classes in relation to these variables. A total of 128 children between the ages of 8 and 12 years (M=8.97, SD=0.96) participated in the study. The research protocol comprises a sociodemographic questionnaire, the Quality of Life questionnaire and the self-perception profile of Susan Harter´s Self Concept Scale for children and teenagers. The results show statistically significant differences in children attending dance classes as they present in terms of "total score" higher levels of quality of life (t( 126 )=-2.65, p=0.009, d=0.48) and superior values in some dimensions of self-concept, particularly in the "Scholastic Competence" (t(126)=-2.38, p=0.019, d=0.43). Marginally significant differences were found in "Social Acceptance", "Behavior" and "Self Esteem". With this research a positive correlation between self-concept and quality of life was found and the self-concept appears as a predictor of quality of life.
Description: Orientação: Edgar Pereira
URI: http://hdl.handle.net/10437/4999
Date: 2013


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação_Tatiana Torrinhas_2013_Final.pdf 2.723Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account