As formas de ver as formas: uma tentativa de compreender a linguagem expositiva dos museus

DSpace/Manakin Repository

As formas de ver as formas: uma tentativa de compreender a linguagem expositiva dos museus

Show full item record

Title: As formas de ver as formas: uma tentativa de compreender a linguagem expositiva dos museus
Author: Silva, Daniella Rebouças
Abstract: AS COISAS. As coisas têm peso, massa, volume, tamanho, tempo , forma, cor, posição, textura, duração, densidade, cheiro, valor, consistência, profundidade, contorno, temperatura, função , aparência, preço, destino, idade, sentido. As coisas não têm paz. Arnaldo Antunes. Na tentativa de compreender as variadas linguagens expositivas que habitam as salas dos nossos museus, que traçamos estas linhas. Inicialmente, começamos por reflectir as sútis diferenças que existem nas tantas formas que o olho humano, e porquê não os outros sentidos, consegue captar o mundo á sua volta; o mundo das coisas visíveis, o mundo das formas visuais.
URI: http://hdl.handle.net/10437/3784
Date: 1999


Files in this item

Files Size Format View
as formas.pdf 106.7Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account