Imagem por ressonância magnética da vasculatura da pele humana : viabilidade no contexto clínico

DSpace/Manakin Repository

Imagem por ressonância magnética da vasculatura da pele humana : viabilidade no contexto clínico

Show full item record

Title: Imagem por ressonância magnética da vasculatura da pele humana : viabilidade no contexto clínico;
Magnetic resonance imaging of human skin vasculature : feasibility in the clinical setting
Author: Ferreira, Hugo A.; Andrade, Alexandre; Pinto, Pedro Contreiras; Rodrigues, Luís Monteiro
Abstract: Imagiologia por Ressonância Magnética (IRM) é uma modalidade de imagem médica que está a recuperar o interesse como uma técnica não invasiva no estudo da pele. Tipicamente campos magnéticos de elevada densidade e quipamentos específicos são usados. Este facto limita o usos da técnica a laboratórios e centros de investigação especializados. Neste trabalho estudou-se a viabilidade do uso da IRM no estudo da pele e da sua vasculatura usando equipamento convencional disponível em contexto clínico. Sequências IRM para imagem estrutural e veascular foram optimizadas e testadas para obtenção de imagens da pele do punho de 6 voluntários saudáveis. As sequências observáveis dos vasos, razão sinal-ruído, e razão contraste-ruído. Foi observado que duas sequências volumétricas baseadas em eco de gradiente e com ponderações T1 e T2 forneciam informação complementar em respeito à vasculatura da pele com resoluções espaciais da ordem dos micrómetros, podendo ainda esta informação ser fundida com imagens estruturais das cadamas da pele. Foi igualmente observado que estas sequências fornecem informação útil usando equipamento convencional e perspectiva-se a sua utilização no estudo das vasculatura de tumores cutâneos e na doença vascular periférica.Magnetic Resonance Imaging (MRI) is an imaging modality that is regaining interest as a non-invasive means to study the skin. Typically, high intensity magnetic fields and custom equipment are used. This limits the use of this technique to specialized laboratories and research centers. Here, the feasibility of the use of MRI to the study of skin and sjin vasculature was tested in the typical clinical setting. MRI sequences for estructural and vascular imaging were optimized and tested for imaging of wrist skin in 6 healthy volunteers. Sequences were tested regarding vessel visualtization, tissue visualization, vessel minimum diameter, signal-to-noise and contrast-to-noise ratios. Two volumetric gradient-echo (GRE) based sequences with T1 and T2 weightings were shown to give complementary information regarding skin vasculature with micrometer-scale resolution and could be fused to high-resolution structural images of the skin layers. It was observed that GRE-based sequences can provide useful information using conventional equipment available in the clinical setting and applications to the study of skin tumors ans vascular disorders such as diabetes are envisioned.
URI: http://hdl.handle.net/10437/3658
Date: 2013


Files in this item

Files Size Format View
Article6_8n2.pdf 4.570Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account