Docência em fisioterapia: análise das barreiras percebidas à implementação de estratégias de ensino para a promoção do pensamento crítico

DSpace/Manakin Repository

Docência em fisioterapia: análise das barreiras percebidas à implementação de estratégias de ensino para a promoção do pensamento crítico

Show full item record

Title: Docência em fisioterapia: análise das barreiras percebidas à implementação de estratégias de ensino para a promoção do pensamento crítico
Author: Santana, Débora Viviane Albuquerque Granja
Abstract: A aprendizagem universitária pressupõe a aquisição e o domínio de conhecimentos, métodos e técnicas científicas de forma crítica. Neste cenário, ao assumirem a postura de facilitadores da aprendizagem no Ensino Superior, os professores podem incentivar os alunos a refletirem sobre suas próprias práticas. Ao empregar estratégias de ensino promotoras do Pensamento Crítico (PC), os educadores auxiliam os acadêmicos a descobrir e a desenvolver as suas potencialidades. Este estudo teve o objetivo de investigar possíveis barreiras percebidas pelos docentes de Fisioterapia à implementação de estratégias de ensino para a promoção do PC. Foi realizado um Levantamento (Survey) com professores do curso universitário de Fisioterapia de Instituições de Ensino Superior (IES) em Recife/PE. Para a coleta de dados, foi utilizada uma escala desenvolvida por Renee Shell, que avalia as barreiras percebidas ao ensino do PC por docentes de bacharelado. Um total de 60 docentes do curso de Fisioterapia, professores de quatro IES, participaram desta investigação. A média de idade apresentada pelos indivíduos foi de 34,7 anos, sendo 76,7% mulheres e 23,3% homens. Praticamente metade dos sujeitos (46,7%) possuíam a Especialização como titulação acadêmica máxima e a maioria dos professores (60%) relatou exercer a docência por período de 0 a 5 anos. Quanto às barreiras para o ensino direcionado à promoção do PC, na concepção dos docentes, foi observada uma média geral de 85,1 escores, numa escala variando de 0 a 100 pontos. Este resultado demonstra a presença de consideráveis obstáculos percebidos pelos educadores para o incentivo do PC de seus alunos. Diante do contexto apresentado, os achados desta investigação podem contribuir para despertar nos docentes em Fisioterapia a necessidade de reflexão sobre a sua práxis educativa, com a finalidade de aprimorar sua ação pedagógica e, consequentemente, colaborar para uma aprendizagem consciente dos futuros profissionais por eles instruídos. Acredita-se que, com o incentivo ao PC dos seus acadêmicos, os docentes possam auxiliar no desenvolvimento de aptidões para que possam enfrentar questões clínicas durante o seu exercício profissional.The university learning involves the acquisition and mastery of knowledge, methods and scientific techniques critically. In this scenario, by taking the posture of facilitators of learning in higher education, teachers can encourage students to reflect on their own practices. By employing teaching strategies that promote critical thinking (CT), educators help the students discover and develop their potential. This study aimed to investigate possible barriers perceived by teachers of Physical Therapy to the implementation of teaching strategies to promote the CT. A Survey was conducted with teachers from the Physical Therapy course of Higher Education Institutions (HEIs) in Recife/PE. To collect data, a scale developed by Renee Shell was used, in order to assess perceived barriers to teach CT by teachers of baccalaureate. A total of 60 teachers of Physical Therapy that teach at four HEIs participated in this investigation. The average age presented by individuals was 34,7 years, 76,7% of them were women and 23,3% were men. Almost half of the subjects (46,7%) had the highest academic degree as expertise and most teachers (60%) reported to work as teachers for a period of 0 to 5 years. Regarding barriers to education aimed to the promotion of CT, in the teachers’ opinion, there was an overall average score of 85,1 on a scale ranging from 0 to 100 points. This outcome demonstrates the presence of considerable barriers perceived by educators to encourage the CT on their students. Given the aforementioned context, the findings of this research can help Physical Therapy teachers to wake for the need to reflect on their educational practice, in order to enhance their pedagogic action and, thus, to contribute to a conscious learning of future professionals trained by them. It is believed that with the encouragement to CT of their academics, teachers can help the development of skills to enable them to face clinical issues during their professional practice.
Description: Orientação: Márcia Karina da Silva ; co-orientação: Manuel Tavares Gomes
URI: http://hdl.handle.net/10437/1539
Date: 2011


Files in this item

Files Size Format View
Dissertação Versão Final.pdf 2.214Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account