Crenças relacionadas com a saúde, hábitos tabágicos, stress e saúde

DSpace/Manakin Repository

Crenças relacionadas com a saúde, hábitos tabágicos, stress e saúde

Show full item record

Title: Crenças relacionadas com a saúde, hábitos tabágicos, stress e saúde
Author: Fonte, Catarina Isabel Vitória da
Abstract: O tabagismo é mundialmente uma das principais causas de morte evitável. Este estudo teve por objetivos (1) comparar fumadores, ex-fumadores e nunca fumadores nas crenças de saúde compensatórias, locus de controlo de saúde, stress e estado de saúde e 2) no grupo de fumadores, analisar a relação entre o hábito tabágico e estas variáveis. Este estudo observacional e transversal incluiu 168 indivíduos entre 18 e 66 anos, divididos em fumadores, ex-fumadores e os que nunca fumaram. Os fumadores acreditam mais que é possível compensar os efeitos do tabagismo com o exercício físico mais do que os outros dois grupos (p < .01). O hábito tabágico apenas se associou à saúde mental, r (166) = -.27; p < .01). O tabagismo apresenta um risco de desenvolvimento de problemas mentais que aumenta com o hábito. Assim, principalmente os indivíduos que fumam mais e há mais tempo são um grupo importante de intervenção psicoeducativa na modificação da sua crença potencialmente prejudicial, caso exista, de que podem compensar o seu hábito com exercício físico. Através da psicoeducação, procuramos informar os fumadores sobre a importância de adotarem comportamentos saudáveis e abandonarem os comportamentos de risco para a saúde.Smoking is one of the leading causes of preventable death worldwide. Its objectives were (1) to compare smokers, former smokers and never smokers in the following variables: compensatory health beliefs, health locus of control, stress and health state and (2) analyze the relationship between smoking habit and these variables in smokers. This observational and cross-sectional study of 168 subjects aged 18 to 66 years was divided into smokers, former smokers and non-smokers. Smokers believe they can offset the effects of tobacco with exercise more than the other two groups (p <.01). Smoking habit only had a significant association with mental health which was negative, r (166) = -.27; p < .01). Smoking presents a risk of development mental health problems, which increases with habit. Thus, especially individuals who smoke more and for longer period, are an important group for psychoeducational intervention for the modification of their dysfunctional belief, if any, smoking habit can be compensated with exercise. Through psychoeducation, we seek to inform smokers of the importance of adopting healthy behaviors and abandoning health risk behaviors.
Description: Orientação: Bárbara Nazaré
URI: http://hdl.handle.net/10437/10088
Date: 2019


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação-Catarina-Fonte-nº21704664- PDF.pdf 402.4Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account