Estudo preliminar sobre a frequência das redes sociais e a caracterização de dimensões da personalidade de vítimas de violência em relações intimas

DSpace/Manakin Repository

Estudo preliminar sobre a frequência das redes sociais e a caracterização de dimensões da personalidade de vítimas de violência em relações intimas

Show full item record

Title: Estudo preliminar sobre a frequência das redes sociais e a caracterização de dimensões da personalidade de vítimas de violência em relações intimas
Author: Barroso, Ana Catarina Marques
Abstract: O presente estudo teve como objetivo verificar se o contacto com as redes sociais favorece o fenómeno de violência em relações íntimas e sugere características de personalidade distintas entre vítimas e não vítimas. Uma amostra de 172 indivíduos do sexo masculino e feminino, com idade superior a 18 anos participaram neste estudo. Foi aplicado um questionário sociodemográfico, que incluiu questões acerca das relações amorosas e hábitos online dos participantes, o Inventário NEO FFI-20 (Bertoquini & Pais Ribeiro, 2006 na adaptação portuguesa com 20 itens de Costa & McCrae, 1992) e o Inventário de Violência Conjugal (IVC. de Machado, Gonçalves e Matos, 2015). Após os dados recolhidos, a amostra foi dividida em vítimas de atos abusivos e “não-vítimas” (indivíduos que nunca sofreram qualquer comportamentos abusivo por parte dos seus parceiros amorosos). Os resultados apresentaram um maior número de vítimas do sexo feminino, e dois domínios de personalidade (Amabilidade e a Extroversão) demonstraram ser significativos quanto à utilização das redes sociais, o primeiro domínio sugerindo que sujeitos mais amáveis apresentaram um uso médio de uma a cinco horas e indivíduos com valor mais alto de extroversão, uma frequência média de 10 a 15 horas diárias.The present study aimed to verify if contact with social networks supported the phenomenon of violence in intimate relationships and suggested distinct personality traits between victims and non-victims. A sample of 172 males and females aged over 18 years participated in this study. The NEO FFI-20 Inventory (Bertoquini & Pais Ribeiro, 2006 in the Portuguese adaptation with 20 items by Costa & McCrae, 1992) and the Inventory of Conjugal Violence (IVC de Machado, Gonçalves and Matos, 2015) were applied and also a sociodemographic questionnaire, which included questions about the participants’ relationships and online habits. After the data collected, the sample was divided into victims of abusive and "non-victim" (individuals who never suffered any abusive behavior from their loving partners). The results showed a greater number of female victims, and two personality domains (Amiability and Extroversion), were shown to be significant regarding the use of social networks, the first domain suggesting that subjects with higher values in Agreeableness presented an average use of one to five hours and individuals with a higher value of extraversion, an average frequency of 10 to 15 hours per day.
Description: Orientação: Laura Alho
URI: http://hdl.handle.net/10437/9896
Date: 2019


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação Mestrado_Ana Barroso.pdf 373.2Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account