Avaliação de variáveis físicas de perfusão tecidual na identificação e caracterização de estados de choque em urgências veterinárias

DSpace/Manakin Repository

Avaliação de variáveis físicas de perfusão tecidual na identificação e caracterização de estados de choque em urgências veterinárias

Show full item record

Title: Avaliação de variáveis físicas de perfusão tecidual na identificação e caracterização de estados de choque em urgências veterinárias
Author: Esteves, Miguel João Mendes Araújo
Abstract: O choque é reconhecido como um contribuidor significativo para a morte de pacientes críticos que se apresentam ao hospital de urgência por múltiplas etiologias, no entanto é passível de reversão, e a sua avaliação depende da detecção antecipada de sinais de hipoperfusão, estes considerados fundamentais para o desenvolvimento de um plano terapêutico e de um prognóstico. A sua avaliação é empiricamente baseada na identificação e quantificação da hipoperfusão inerente, normalmente através de indicadores físicos e bioquímicos. O lactato é um biomarcador do choque e consequentemente da hipoperfusão. Neste estudo foram incluídos animais que entram com suspeita de choque no serviço de urgência, nos quais se avaliaram variáveis físicas de perfusão como a frequência cardíaca, pressão arterial, tempo de replecção capilar, cor das mucosas, sensação térmica das extremidades e estado mental; bem como a lactatémia, no momento da triagem. Os resultados obtidos revelaram uma grande variabilidade na apresentação destes sinais, impossibilitando a definição de um padrão mesmo perante a divisão populacional em grupos de valores crescentes de lactato. Ainda, não foram evidentes quaisquer correlações entre as variáveis estudadas e o lactato. Conclusivamente sublinha-se a importância da adopção de um novo paradigma e respectivo método de avaliação que contenha uma sensibilidade e especificidade significantes para a detecção precoce da hipoperfusão, que permitam a sua monitorização em tempo real, e que também equacione a variabilidade individual do paciente, como a reserva compensatória.Shock is a worldwide significant contributor to the acute pacient death presenting to the emergency hospital due to multiple etiologies, however it is reversible, and its assessment depends on the early detection of hipoperfusion signals, thus considered fundamental for the development of a treatment plan and of a prognosis. Its assessment is empirically based on the identification and quantification of the inherent hypoperfusion, usually through physical and biochemical indicators. Lactate is widely renown as a biomarker of shock and consequently of hypoperfusion. Animal patients that were presented to the emergency service under the suspicion of shock were included in this study, whereas their physical perfusion variables as the heart rate, blood pressure, capillary refill time, mucous membranes’ color, extremities’ temperature sensation and mentation were assessed during triage. Results revealed a substantial variability within the presented clinical signs, thus compromising the definition of a pattern, even when the population was divided accordingly to ascendant lactate values. Additionally, no correlations between any of the admitted variables and lactate were found. Conclusively, we stress the importance of the adoption of a new paradigm and respective assessment method that includes a significant sensibility as specificity for the early detection of hypoperfusion, allows for its real time monitoring, and takes into account the patient’s individual variability; such as the compensatory reserve.
Description: Orientação: Lénio Ribeiro
URI: http://hdl.handle.net/10437/9687
Date: 2019


Files in this item

Files Size Format View Description
Tese_Final_Miguel_Esteves.pdf 916.0Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account