Queratoconjuntivite infecciosa bovina causada por moraxella bovis – relato de casos clínicos

DSpace/Manakin Repository

Queratoconjuntivite infecciosa bovina causada por moraxella bovis – relato de casos clínicos

Show full item record

Title: Queratoconjuntivite infecciosa bovina causada por moraxella bovis – relato de casos clínicos
Author: Calheiros, Natasha Gonçalves
Abstract: A queratoconjuntivite infecciosa bovina (QIB), causada pela bactéria Moraxella bovis, é a doença ocular mais comum em bovinos, que se caracteriza por uma elevada morbilidade e baixa mortalidade. É uma doença cosmopolita e multifactorial. A interacção entre hospedeiro, ambiente, vectores, sazonalidade e infecções concomitantes influenciam a prevalência da doença. Os sinais clínicos variam desde lacrimejamento excessivo e conjuntivite ligeira a ulceração severa, perfuração da córnea e cegueira irreversível. O tratamento é influenciado por questões económicas e facilidade de administração. A terapia antimicrobiana é a terapia de eleição, devendo o fármaco atingir uma concentração na lágrima que acompanhe ou exceda a concentração inibitória mínima por um período de tempo mais longo possível. Tratando-se de um organismo ubiquitário, a prevenção torna-se imprescindível, assentando essencialmente no controlo de vectores. A partir do estudo dos três casos clínicos provenientes de uma exploração onde ocorreu um surto de QIB, foi possível comprovar o elevado grau de disseminação da doença e a manifestação clínica individual da mesma. Os animais abordados foram objecto de análise microbiológica que confirmou a presença de Moraxella bovis. Foi implementado um tratamento e o isolamento de todos os animais afectados.Infectious bovine keratoconjunctivitis (IBK), caused by Moraxella bovis, is the most common ocular disease in cattle, characterized by high morbility and low mortality. It is a cosmopolitan and multifactorial disease. Interactions among host, environment, vector, seson and concurrent infection influence the prevalence of IBK. Clinical signs range from excessive tearing and mild conjunctivitis to severe ulceration, corneal perforation and irreversible blindness. Treatment is dictated by economic considerations and feasibility of administration. Antimicrobial therapy is the therapy of choice, drug concentrations in tears should meet or exceed the minimum inhibitory concentrations for prolonged periods. Being a ubiquitous organism, prevention becomes essential, based essentially on the control of vectors. From the study of the three clinical cases from a farm where an outbreak of IBK occurred, it was possible to prove the high degree of dissemination of the disease and the individual clinical manifestation of it. The animals studied were the subject of a microbiological analysis that confirmed the presence of Moraxella bovis. Treatment and isolation of all affected animals was implemented.
Description: Orientação: Michelle Karen
URI: http://hdl.handle.net/10437/9678
Date: 2019


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação Mestrado Natasha Gonçalves.pdf 746.4Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account