Causas de distócias em ovelhas

DSpace/Manakin Repository

Causas de distócias em ovelhas

Show full item record

Title: Causas de distócias em ovelhas
Author: Valadas, Constança Rodrigues de Lucena
Abstract: Distócia é um problema comum nas explorações ovinas de carne e que com ela estão subjacentes diversas situações de dor e sofrimento dos animais gestantes e fetos, bem como associada a perdas económicas para o produtor. A intervenção do MV é importante na sua correção e prevenção. Este estudo teve como objetivos identificar as principais causas de distócia, identificar fatores individuais e de maneio de distócia, relacionar causas de distócia com número de fetos, com ocorrência de nados-mortos, com os procedimentos efetuados para resolução de distócia e com a sobrevivência materna, também relacionar os procedimentos utilizados com o número de nados-mortos e com a sobrevivência materna, de forma a informar e apetrechar os clínicos da clinica veterinária sobre a evidencia cientifica por de trás dos casos de distócias que comummente se observam. Dados sobre paridade, causa de distócia, número de fetos, procedimentos efetuados, resultado da intervenção, sobrevivência materna e a raça das ovelhas foram analisados. A principal causa de distócia encontrada foi a má apresentação fetal, mais comum em animais gestantes de dois fetos, seguida de ringwomb em gestações singulares. Cesariana esta associada a maior percentagem de fetos e ovelhas vivas, enquanto que manipulação do cérvix com extração associou-se a pior sobrevivência fetal e materna.Dystocia is a common problem found in sheep farms for meat purposes, and is usually associated with pain and suffering to the dam and fetus(es), allied with economic loss to the farmer. Veterinary intervention is required for correction and prevention of this problem. The aims of the study were to identify the main causes of dystocia, identify individual and management risk factors for its occurrence, relate causes of dystocia with number of fetuses, stillborns, interventions performed and maternal survival, and related the interventions performed with stilborn and maternal survival, in order to inform and guarnish the clinicians with the scientific evidence behind the cases they commonly deal with. Data on parity, cause of dystocia, number of fetuses, interventions performed, outcome of intervention, maternal survival and dam breed were analysed. The main cause of dystocia was incorrect fetal presentation, more commonly observed in multiple pregnancies, followed by ringwomb in single pregnancies. Cesarian section was associated with a higher percentage of fetuses and dams alive, while cervix manipulation and dilation was associated with lower survival results.
Description: Orientação: Ângela Dâmaso
URI: http://hdl.handle.net/10437/9619
Date: 2019


Files in this item

Files Size Format View Description
Diss Constança - distócia ovina_ - Final.pdf 1.248Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account