Perceções de professores das outras áreas disciplinares acerca da educação física : barreiras e oportunidades na promoção de estilos de vida ativos

DSpace/Manakin Repository

Perceções de professores das outras áreas disciplinares acerca da educação física : barreiras e oportunidades na promoção de estilos de vida ativos

Show full item record

Title: Perceções de professores das outras áreas disciplinares acerca da educação física : barreiras e oportunidades na promoção de estilos de vida ativos
Author: Gomes, Lúcia Cristina da Fonseca
Abstract: O objetivo do estudo foi investigar, combinando metodologias quantitativas e qualitativas e, à luz do modelo socioecológico aplicado à escola, as perceções dos professores das outras disciplinas, e a sua influência na criação de um clima institucional promotor de estilos de vida ativos. Numa primeira fase ocorreu o estudo extensivo, de natureza quantitativa, com recurso a um questionário e recorrendo à estatística descritiva e inferencial, com a participação de 297 professores. Numa segunda fase realizou-se o estudo intensivo de carácter qualitativo. Foram realizados quatro grupos focais (N=32). A seleção de temas teve por base os resultados do estudo extensivo e análise de documentos oficiais dos agrupamentos, nomeadamente, Projeto Educativo, Regulamento Interno, Plano Anual de Atividades e os horários escolares dos alunos. Os professores com melhores experiências na disciplina, tendencialmente, percecionam de forma mais favorável o valor desta, consideram que a atividade física pode beneficiar o rendimento escolar, e reconhecem o valor pedagógico na avaliação na disciplina, podendo influenciar e participar na promoção de climas favoráveis para a prática de atividade física. Os docentes referem que a escola deve criar oportunidades de prática e educar para estilos de vida ativos. A realidade, no entanto, parece contradizer as suas perspectivas.This study sought to investigate, combining quantitative and qualitative methods and, based on a socio-ecological model for Physical Education, the perceptions of other teachers subjects, and their influence in the creation of an institutional climate that promotes active lifestyles. First, a quantitative approach using descriptive and inferential statistics was proposed using a questionnaire, with the participation of 297 teachers. Them a qualitative study using four focal groups were conducted (N = 32). The selection of themes was based on the results of the quantitative study and analysis of official documents of schools, namely, Educational Project, School Regulations, Annual School Plan and students' schedules. The teachers with the best experiences in physical education tend to perceive status more favorable, consider that physical activity can benefit academic achievement, and recognise the pedagogical value of assessment in physical education, being able to influence and participate in the promotion of favorable climates for the practice of physical activity. Teachers say the school should create opportunities for practice and educate for active lifestyles. However, there seems to be a contradiction of their perspectives.
Description: Orientação: Francisco Alberto Arruda Carreiro da Costa
URI: http://hdl.handle.net/10437/9392
Date: 2018


Files in this item

Files Size Format View Description
Final_18_LG.pdf 11.33Mb PDF View/Open Tese de Doutoramento

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account