Será que as expectativas de divisão de tarefas moderam a relação entre a satisfação coparental e a satisfação conjugal em mães de crianças em idade pré-escolar?

DSpace/Manakin Repository

Será que as expectativas de divisão de tarefas moderam a relação entre a satisfação coparental e a satisfação conjugal em mães de crianças em idade pré-escolar?

Show full item record

Title: Será que as expectativas de divisão de tarefas moderam a relação entre a satisfação coparental e a satisfação conjugal em mães de crianças em idade pré-escolar?
Author: Souto, Márcia Eliana Queirós do
Abstract: A investigação tem demonstrado a associação entre a satisfação conjugal e a satisfação coparental em mães de crianças em idade pré-escolar. No entanto, nenhum estudo observou sobre o potencial efeito moderador das expectativas da participação do pai na divisão de tarefas com o cuidado dos filhos nesta associação. O presente estudo teve dois objetivos: testar diferenças na satisfação coparental, satisfação conjugal e nas crenças sobre a divisão de tarefas, em função da equidade percebida na divisão de tarefas de cuidados dos filhos e testar o efeito moderador das expectativas das mães sobre a participação do pai na divisão de tarefas no cuidado dos filhos na associação entre a satisfação coparental e a satisfação conjugal. A amostra foi constituída por 245 mães a residir em Portugal, com idades compreendidas entre os 20 e 51 anos de idade, com filhos em idades compreendidas entre 1 e 6 anos de idade. Usando um design transversal, foi conduzido um inquérito online de recolha de dados, onde as participantes responderam a questões sobre a satisfação conjugal, satisfação coparental e a perceção da divisão de tarefas relacionada com o cuidado dos filhos. Previamente à análise de dados, foram implementados procedimentos de limpeza da base de dados para reduzir a possibilidade de respostas enviesadas ou inválidas metodologicamente. Os resultados demonstraram que mães que relataram menor equidade percebida na divisão de tarefas (i.e., consideravam a divisão de tarefas como injusta para elas) apresentaram os níveis mais inferiores de satisfação coparental e conjugal. Os resultados também mostraram que as expectativas das mães sobre a participação dos pais na divisão de tarefas relacionadas com o cuidado dos filhos moderaram a associação entre a satisfação conjugal e a satisfação coparental. As implicações clínicas do presente estudo serão também discutidas.The research has demonstrated the association between marital satisfaction and coparenting satisfaction in mothers of pre-school children. However, no study has looked at the potential moderating effect of expectations of the father involvement in the division of child care tasks in this association. The present study had two objectives: to test differences in co-parenting satisfaction, marital satisfaction and in beliefs about the division of tasks, as a function of the perceived equity in the division of child care tasks, and to test the moderating effect of the mothers expectations on the participation of the father in the division child care tasks in the association between co-parenting satisfaction and conjugal satisfaction. The sample consisted of 245 mothers residing in Portugal, aged between 20 and 51 years, with children between the ages of 1 and 6 years. Using a transversal design, an online survey of data collection was conducted, where participants answered questions about marital satisfaction, co-parenting satisfaction, and the perception of child care related division of tasks. Prior to data analysis, database cleaning procedures were implemented to reduce the possibility of biased or methodologically invalid responses. The results showed that mothers who reported lower perceived equity in task division (i.e., considered task division as unfair to them) had the lowest levels of co-parenting and marital satisfaction. The results also showed that mothers expectations of fathers involvement in the division of child care tasks moderated the association between marital satisfaction and co-parenting satisfaction. The clinical implications of the present study will also be discussed.
Description: Orientação: Diogo Jorge Pereira do Vale Lamela da Silva
URI: http://hdl.handle.net/10437/9348
Date: 2018


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação Final Psicologia- Márcia Souto.pdf 1.144Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account