Impacto psicológico a longo prazo do teste preditivo de cinco casos da doença Machado Joseph

DSpace/Manakin Repository

Impacto psicológico a longo prazo do teste preditivo de cinco casos da doença Machado Joseph

Show full item record

Title: Impacto psicológico a longo prazo do teste preditivo de cinco casos da doença Machado Joseph
Author: Magalhães, Isabel Tavares
Abstract: A doença Machado Joseph, também designada como ataxia espinocerebelosa do tipo 3, é uma doença neurodegenerativa autossómica dominante de manifestação tardia e incapacitante. Esta investigação pretendeu analisar o impacto psicológico a longo prazo do teste preditivo na doença Machado Joseph (DMJ), em cinco pessoas, bem como o impacto social na vida das mesmas. A amostra estudada era constituída por cinco sujeitos em risco genético a priori de 50% para a DMJ que frequentaram o Centro de Genética Preditiva e Preventiva, uma vez que procuraram aconselhamento genético nesta instituição. Foram utilizados os dados da entrevista clínica para a caraterização sociodemográfica e compreender a trajetória de vida dos sujeitos em estudo; foram analisados testes clínicos (Escala de Auto - Avaliação de Ansiedade de Zung; Inventário de Sintomas Psicopatológicos (BSI) e Inventário de Depressão de Beck) com o intuito de efetuar uma avaliação psicológica em todos os momentos do protocolo, compreender o impacto que estar em risco para esta doença genética provocou nos sujeitos, bem como verificar como os mesmos encaram o seu estatuto genético. Partindo da análise realizada, verificou-se que a vida dos sujeitos em risco é influenciada pela perceção dos mesmos sobre o impacto psicológico que esta doença tem nas suas vidas. Verificou-se também que os sujeitos em risco, quando convivem com pessoas portadoras da doença, receiam vir a desenvolver os sintomas que caracterizam esta doença, constituindo isto um fator de grande ansiedade, stress e medo. Conclui-se, tendo por base os cinco casos analisados, que o teste preditivo gera um impacto psicológico nos sujeitos em risco, contudo, este impacto varia de sujeito para sujeito.The Machado-Joseph disease, also known as spinocerebellar ataxia type 3 is an autosomal dominant neurodegenerative disorder of late and disabling manifestation. This research intended to understand the long-term psychological impact of predictive testing in Machado-Joseph disease (MJD), in five people as well as the social impact on the lifes of same. The sample consisted of five subjects at genetic risk a priori 50% for MJD who attended the Center for Genetics Predictive and Preventive since sought genetic counseling at this institution. We used data from the clinical interview on sociodemographic characterization and understand the life histories of the subjects under study; we analyzed clinical tests (Scale Self-Assessment Zung Anxiety; Psychopathological Symptom Inventory (BSI) and Beck Depression Inventory) in order to perform a psychological evaluation at all times of the protocol, understand the impact that being in genetic risk for this disease resulted in the subject and see how they approach their genetic status. From the analysis it was found that the life of the subject at risk is influenced by the same perception of the psychological impact of this disease in their life. It was also found that subjects at risk when living with people with the disease, fear will develop symptoms that characterize this disease, making it a factor of great anxiety, stress and fear. In conclusion, based on the five cases examined, the predictive test generates a psychological impact on individuals at risk, however, this impact varies from subject to subject.
Description: Orientação: Ângela Leite
URI: http://hdl.handle.net/10437/9157
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View Description
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account