Avaliação da qualidade do sono num contexto de crise económica

DSpace/Manakin Repository

Avaliação da qualidade do sono num contexto de crise económica

Show full item record

Title: Avaliação da qualidade do sono num contexto de crise económica
Author: Azevedo, Helena Maria Silva
Abstract: O presente estudo teve como finalidade analisar a relação entre a qualidade do sono e o estatuto de emprego num contexto de crise económica. Recorreu-se a uma amostra de conveniência constituída por 180 indivíduos portugueses em situação de emprego e desempregado. O desenho do estudo é de tipo analítico transversal, sendo os sujeitos avaliados apenas num momento. Utilizou-se um questionário sociodemográfico e a versão portuguesa do IQSP - Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh. A hipótese de investigação previa a existência de diferenças estatisticamente significativas na qualidade do sono entre os indivíduos empregados e desempregados. A hipótese foi confirmada para a maioria das componentes que avaliam a qualidade do sono, designadamente no que refere à eficiência habitual, latência do sono, qualidade subjetiva do sono e disfunção diurna. Verificando-se que os indivíduos desempregados apresentam uma qualidade de sono inferior comparativamente com os indivíduos empregados. No final do capítulo dos resultados foram discutidas as limitações do estudo e as implicações dos resultados em termos de investigação futura e no desenvolvimento de programas que promovam uma melhoria da qualidade do sono em indivíduos empregados e desempregados.The present study aimed to examine the relationship between sleep quality and the status of employment in a context of economic crisis. We used a convenience sample consisting of 180 Portuguese individuals in employment and unemployed status. The study design is cross sectional type, being the subjects assessed one time only. We used a sociodemographic questionnaire and the Portuguese version of the IQSP - Quality Index Pittsburgh Sleep. The research hypothesis predicted the existence of statistically significant differences in sleep quality between employed and unemployed individuals. The hypothesis was confirmed for most components that evaluate the quality of sleep, particularly as regards the usual efficiency, sleep latency, subjective sleep quality and daytime dysfunction, verifying that unemployed individuals have a lower quality of sleep compared to employed individuals. At the end of the chapter, were discussed, the study's limitations and implications of the results in terms of future research and development programs that promote a better quality of sleep in employed and unemployed individuals.
Description: Orientação: Susana Fernandes
URI: http://hdl.handle.net/10437/9155
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View Description
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account