Avaliação do parasitismo gastrointestinal em bovinos de carne em sistema extensivo e semi-extensivo

DSpace/Manakin Repository

Avaliação do parasitismo gastrointestinal em bovinos de carne em sistema extensivo e semi-extensivo

Apresentar o registro completo

Título: Avaliação do parasitismo gastrointestinal em bovinos de carne em sistema extensivo e semi-extensivo
Autor: Oliveira, Catarina Catita de
Resumo: Num Mundo em que se procura sustentabilidade, o melhoramento na saúde animal e bem-estar proporciona melhores resultados zootécnicos e económicos, sendo assim importante considerar as perdas causadas pelo parasitismo. O presente estudo teve como objectivo avaliar o parasitismo gastrointestinal numa exploração de bovinos de carne em sistema extensivo e semi-extensivo, localizada numa zona abrangida pelos concelhos de Benavente e de Vila Franca de Xira. Foram analisadas 373 amostras fecais através de técnicas coprológicas quantitativas e qualitativas para comparar o parasitismo entre faixas etárias e tipo de maneio. As amostras recolhidas foram divididas em Categoria A (bovinos na fase da desmama, bovinos em pasto de regadio e em engorda) e Categoria B (bovinos em extensivo todo ano com objectivo reprodutor). Na categoria A em 247 amostras foram positivas 189 para nemátodes, 165 para Eimeria spp., 20 para céstodes e 18 para tremátodes. Na categoria B em 126 amostras, os resultados revelaram-se positivos de 110 para Eimeria spp., 47 para nemátodes, 13 para tremátodes e 8 para céstodes. Nas coproculturas observou-se em média no grupo Engorda 43,2% de Tricostrongylus axei, 28,6% de Ostertagia spp., 20,8% de Cooperia spp., 3,5% de Oesophagostomum radiatum, 2,4% de Bunostomum phlebotomum, e 1,5% de Haemonchus placei. No grupo Prado 35,5% de Cooperia spp, 30,1% de Ostertagia spp e 25,2% de Tricostrongylus axei, 3,3% de Oesophagostomum radiatum, 3,3% Haemonchus placei, 2,6% de Nematodirus spp. No grupo Desmama 36,3% de Tricostrongylus axei e 35,23% de Cooperia spp, 26,32% de Ostertagia spp., 1,95% de Nematodirus spp., 0,2% de Oesophagostomum radiatum. Nos bovinos em sistema extensivo uma média de 48,5% de Cooperia spp, 38,4% de Tricostrongylus axei e 13,1% de Ostertagi spp entre os oito grupos.In a world where sustainability is sought, an improvement in animal health and welfare can provide better zootechnical and economic results, and it is therefore important to consider losses caused by parasitism. This study aimed to evaluate the gastrointestinal parasitism presence in extensive and semi-extensive beef cattle husbandry, located in an area covered by the municipalities Benavente and Vila Franca de Xira. In a total of 373 samples were collected for quantitative and qualitative coprological analyzes to compare the parasitism between, age range and type of management. The collected samples were divided in Category A (bovines in weaning phase, bovine found in irrigated pastures and in fattening phase) and Category B (bovines in extensive systems all year with reproductive objective) The Category A in 247 samples 189 to nematodes, 165 to Eimeria spp., 20 to cestodes e 18 to trematodes were positive. The Category B in 126 samples, the results revealed 110 to Eimeria spp., 47 to nematodes, 13 to trematodes e 8 to cestodes positive. In the coproculture was observed on avarage in the group Fattening 43,2% of Tricostrongylus axei, 28,6% of Ostertagi ostertagi, 20,8% of Cooperia spp., 3,5% of Oesophagostomum radiatum, 2,4% of Bunostomum phlebotomum, and 1,5% of Haemonchus placei. The group Meadow 35,5% of Cooperia spp, 30,1% of Ostertagi ostertagi, 25,2% of Tricostrongylus axei. 3,3% de Oesophagostomum radiatum, 3,3% Haemonchus placei and 2,6% de Nematodirus spp. The group Weaning, 36,3% of Tricostrongylus axei and 35,23% of Cooperia spp and 26,32% of Ostertagi ostertagi. 1,95% de Nematodirus spp., 0,2% de Oesophagostomum radiatum. In the animals in extensive system was observed on average 48,5% of Cooperia spp, 38,4% of Tricostrongylus axei and 13,1% of Ostertagi ostertagi.
Descrição: Orientação: Ana Maria Duque de Araújo Munhoz
URI: http://hdl.handle.net/10437/8934
Data: 2018


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar Descrição
tese Catarina CD.pdf 2.884Mb PDF Visualizar/Abrir Dissertação de mestrado

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro completo

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta