Relação entre a insatisfação com a imagem corporal, as refeições em família, perturbação emocional e comportamento alimentar perturbado : o papel moderador da maturação

DSpace/Manakin Repository

Relação entre a insatisfação com a imagem corporal, as refeições em família, perturbação emocional e comportamento alimentar perturbado : o papel moderador da maturação

Apresentar o registro simples

dc.contributor.advisor Prioste, Ana Nazaré, orient.
dc.contributor.author Gomes, Mónica Cristina Cunha
dc.date.accessioned 2018-03-13T14:16:52Z
dc.date.available 2018-03-13T14:16:52Z
dc.date.issued 2017
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/10437/8636
dc.description Orientação: Ana Nazaré Prioste e Helena Fonseca pt
dc.description.abstract A literatura tem apontado para que as variáveis individuais, familiares e sociais se influenciem circularmente, contribuindo para o risco de desenvolvimento de comportamentos alimentares perturbados na adolescência. Através de um desenho quantitativo transversal e com uma amostra de 326 adolescentes com idades compreendidas entre os 11 e os 13 anos, o presente estudo pretende analisar: (a) as diferenças entre a ansiedade, depressão, stress, frequência das refeições em família e insatisfação com a imagem corporal em função do género, do grupo de púberes (pré-púberes e pós-púberes) e dos ritmos de maturação (b) identificar os preditores do comportamento alimentar perturbado; e (c) compreender se a maturação tem um papel moderador nestas relações. Os resultados obtidos mostraram que: os pós-púberes apresentam níveis mais elevados de insatisfação com a imagem corporal, em relação aos pré-púberes; o sexo feminino apresenta níveis mais elevados de insatisfação com a imagem corporal, em relação ao sexo masculino; a ansiedade e a insatisfação com a imagem corporal são preditores positivos do comportamento alimentar perturbado; e a maturação tem um efeito moderador da relação entre a ansiedade e o comportamento alimentar perturbado. Este estudo tem implicações para a literatura na área da psicologia do desenvolvimento, psicologia clínica, adolescência e perturbações da alimentação e ingestão, ao relevarem o papel da maturação na avaliação das trajectórias (in)adaptativas na adolescência e do trabalho clínico centrado na imagem corporal e na sintomatologia ansiosa como forma de diminuição do risco de desenvolvimento de perturbações da ingestão e da alimentação. pt
dc.description.abstract The literature has pointed out that individual, familial and social variables are circularly influenced, contributing to the risk of developing disturbed eating behaviors in adolescence. Through a cross-sectional quantitative design and with a sample of 326 adolescents between the ages of 11 and 13 years old, the present study aims to analyze: (a) the differences between anxiety, depression, stress, frequency of family meals and dissatisfaction with a body image with the body image according to gender, the group of pubescent (pre-pubescent and post-pubescent) and the rhythms of maturation (b) identify the predictors of disturbed eating behavior; and (c) understand whether maturation has a moderating role in these relationships. The results showed that: the post-pubescent present higher levels of dissatisfaction with the body image, in relation to the pre-pubescent ones; the female gender has higher levels of dissatisfaction with the body image, in relation to the masculine gender; anxiety and dissatisfaction with body image are positive predictors of disturbed eating behavior; and maturation has a moderating effect on the relationship between anxiety and disturbed eating behavior. This study has implications for the literature in the field of developmental psychology, clinical psychology, adolescence, and ingestion and eating disorders, by highlighting the role of maturation in the evaluation of (in)adaptative trajectories in adolescence and clinical work centered on body image and in anxious symptomatology as a way of reducing the risk of developing ingestion and eating disorders. en
dc.format application/pdf
dc.language.iso por pt
dc.rights openAccess
dc.subject MESTRADO EM PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE pt
dc.subject PSICOLOGIA pt
dc.subject IMAGEM CORPORAL pt
dc.subject PERTURBAÇÕES EMOCIONAIS pt
dc.subject DISTÚRBIOS ALIMENTARES pt
dc.subject FAMÍLIA pt
dc.subject ADOLESCÊNCIA pt
dc.subject INSATISFAÇÃO CORPORAL pt
dc.subject PSYCHOLOGY en
dc.subject BODY IMAGE en
dc.subject EMOTIONAL DISORDERS en
dc.subject EATING DISORDERS en
dc.subject FAMILY en
dc.subject ADOLESCENCE en
dc.subject BODY DISSATISFACTION en
dc.title Relação entre a insatisfação com a imagem corporal, as refeições em família, perturbação emocional e comportamento alimentar perturbado : o papel moderador da maturação pt
dc.type masterThesis pt
dc.identifier.tid 201874440 pt


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar Descrição
Mónica_Final_5jan.pdf 2.926Mb PDF Visualizar/Abrir Dissertação de Mestrado

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro simples

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta