Motivação face à pesquisa científica no curso de Pedagogia

DSpace/Manakin Repository

Motivação face à pesquisa científica no curso de Pedagogia

Show simple item record

dc.contributor.advisor Tavares, Manuel, orient.
dc.contributor.author Magalhães, Terezinha Camargo
dc.date.accessioned 2018-02-26T17:15:49Z
dc.date.available 2018-02-26T17:15:49Z
dc.date.issued 2013
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/10437/8553
dc.description Orientação: Manuel Tavares ; co-orientação: Alexandra M. Araújo pt
dc.description.abstract No Brasil, espera-se que o diplomado em Pedagogia, além de competências avançadas de docência, tenha um perfil de pesquisador, incluindo na sua prática profissional a produção e difusão do conhecimento científico educacional. Neste sentido, os cursos de graduação devem iniciar os estudantes à pesquisa científica. Nesta tese, assume-se que o envolvimento dos estudantes em atividades de pesquisa traduz uma forma mais participativa de aprendizagem, mobilizando estratégias cognitivas e motivacionais mais eficientes. Com base neste pressuposto, descrever a sua motivação orientada pelas metas de realização face à pesquisa científica, identificar as estratégias que os alunos utilizam para trabalhar neste domínio, e avaliar o nível de esforço aplicado pelo aluno na pesquisa científica. Para tal, combinámos procedimentos quantitativos e qualitativos de análise de dados. Participaram 167 estudantes de Pedagogia no Brasil, 152 mulheres e 15 homens, provenientes de uma instituição de Ensino Superior pública (N=104) e de uma particular (N=63), no 3º e 4º anos do curso. Os estudantes responderam a questionários de autorrelato sobre metas de realização, estratégias de estudo e esforço despendido em tarefas de pesquisa, e participação em atividades de iniciação à pesquisa. Foi ainda administrado um questionário aberto para a recolha dos discursos dos estudantes face às vivências, crenças e dificuldades na pesquisa. Os resultados sugerem a precisão e validade das medidas usadas e que estes estudantes apresentam elevado envolvimento e valorização da pesquisa, com elevada orientação à meta aprender, bem como esforço dedicado a estas atividades. As suas metas de realização face à pesquisa estão significativamente correlacionadas com o esforço despendido nestas atividades e com as estratégias de organização do tempo, de processamento de informação, e de concentração. As estratégias auxiliares de estudo e o ano curricular são preditoras do comportamento de investigação científica dos alunos de Pedagogia estudados. A análise das representações dos alunos face à pesquisa revela que os estudantes demonstram lacunas neste domínio, apesar de terem uma perceção positiva da sua participação e apresentarem expetativas positivas e motivação para a sua aprendizagem de conhecimentos e competências de pesquisa. Finalmente, discutem-se as implicações deste estudo para as instituições de formação e seus professores. pt
dc.description.abstract In Brazil, the graduate student of Pedagogy is expected to present not only advanced teaching skills, but also a researcher profile, including the production and dissemination of scientific knowledge about education in his or her professional practice. Therefore, graduate programs should include students’ introduction to scientific research. This dissertation presents the idea that engagement in scientific research activities is influenced by students’ proactivity in learning, as they employ more efficient cognitive and motivational strategies for learning. Based on this assumption, describe their personal achievement goal orientations, identify the strategies that they use in the participation in these activities, and assess the level of effort placed in research. For this purpose, we combined quantitative and qualitative procedures for data analysis. Participants were 167 students in Pedagogy in Brazil, 152 women and 15 men, from a public (N= 104) and private (N= 63) higher education institution, in the third and fourth years of their undergraduate programs. Students completed self-report questionnaires of personal achievement goal orientations, learning and study strategies, effort placed in research tasks, and participation in scientific research activities. They were also asked to complete an open questionnaire to collect their discourse about the experiences, beliefs about, and difficulties in research activities. Results suggest the measures’ precision and validity, and that students present high levels of engagement in research activities and value this experience, as well as effort placed in their achievement in doing so. Personal achievement goal orientations for research are significantly correlated with the effort placed in these activities, as well as will the strategies of time management, information processing, and concentration. The strategies of study aids and the school year seem to predict students’ achievement in scientific research. Analysis of the representations about research shows that students have some difficulties in this domain, although they are highly motivated and have high expectations for their learning and skills development in scientific research. Finally, implications for teachers and institutions for their training are discussed. en
dc.format application/pdf
dc.language.iso por pt
dc.rights openAccess
dc.subject DOUTORAMENTO EM EDUCAÇÃO pt
dc.subject EDUCAÇÃO pt
dc.subject PEDAGOGIA pt
dc.subject INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA pt
dc.subject MOTIVAÇÃO pt
dc.subject ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM pt
dc.subject EDUCATION en
dc.subject PEDAGOGY en
dc.subject SCIENTIFIC RESEARCH en
dc.subject MOTIVATION en
dc.subject LEARNING STRATEGIES en
dc.title Motivação face à pesquisa científica no curso de Pedagogia pt
dc.type doctoralThesis pt
dc.identifier.tid 101343329 pt


Files in this item

Files Size Format View Description
Terezinha_Camargo_Dissertação.pdf 1.516Mb PDF View/Open Tese de Doutoramento

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account