A diplomacia angolana e o seu impacto na vida do cidadão - de 1975 à actualidade

DSpace/Manakin Repository

A diplomacia angolana e o seu impacto na vida do cidadão - de 1975 à actualidade

Show full item record

Title: A diplomacia angolana e o seu impacto na vida do cidadão - de 1975 à actualidade
Author: Joaquim, Mateus Bacavaca Tchipelekesse
Abstract: O presente estudo tem como finalidade demonstrar até que ponto a diplomacia angolana tem beneficiado o cidadão angolano. Para tal, é necessário que se faça uma abordagem histórica - diplomática desde 1975 à actualidade. Nesta ordem de ideias, é imperioso focar na maneira como foi construída a diplomacia angolana, na qual é incontornável o ingresso de Angola nas organizações internacionais e regionais, assim como o início das relações diplomáticas com outros países, mesmo estando no ambiente de guerra civil que o país viveu depois da independência, situação que originou vários acordos, com maior realce os de Bicesse (1991), que com eles se transita para uma Angola democrática. A guerra civil que voltou a eclodir em 1992, não paralisou a diplomacia, chegando ao ponto de regularizar a situação, com a formação do Governo de Unidade de Reconciliação Nacional. Neste sentido, o sonho de uma Angola em paz acabava de chegar em 2002, o principal recurso do país que é o petróleo começa a emergir. A partir do então, começa a incrementar-se o desenvolvimento das relações diplomáticas com outros países. Qual o impacto deste incremento diplomático na vida do cidadão angolano?The current paper aims at demonstrating whether or not the Angolan diplomacy has benefited the Angolan citizen, inasmuch as the public policies are concerned. On this account, it is key do make a historical and diplomatic survey from 1975 to the present date and focus on how the Angolan diplomacy was devised, whereby the entrance of Angola in regional and national organizations is a must-study, as well as the beginning of the diplomatic relations between Angola and other countries – despite under the environment of the civil war lived in the post-independence era – what gave birth to numerous agreements, of which we emphasise the Bicesse Agreements (signed in 1991, under the direction of the Portuguese State Secretary of Foreign Affairs and Cooperation, Durão Barroso) that established and officialised democracy in Angola. The Angolan Civil War that resurged in 1992 (after incidents of fraud in the results of the first presidential elections) did not paralyse the Angolan diplomacy, though; on the contrary, it progressed to the point of implementing the so called GURN, translated as Government of National Unity and Reconciliation. To this point, the dream of a peaceful Angola became true in 2002, and the country’s main source of income, which is oil, started to generate an incalculable wealth. Since then, came the boom of the diplomatic relations with other countries. But what is the impact in the life of the Angolan citizens this increase in the diplomatic relations has?
Description: Orientação: Fernando Rui de Sousa Campos
URI: http://hdl.handle.net/10437/8456
Date: 2017


Files in this item

Files Size Format View Description
DISSERTAÇÃO DO ... RIGIDO mateus joaquim.pdf 1.219Mb PDF View/Open DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account