Saúde mental e ânimo em adultos idosos: o papel da atividade física

DSpace/Manakin Repository

Saúde mental e ânimo em adultos idosos: o papel da atividade física

Show full item record

Title: Saúde mental e ânimo em adultos idosos: o papel da atividade física
Author: Costa, Anabela da Conceição Rodrigues da
Abstract: A atividade física regular tem sido positivamente associada ao envelhecimento saudável. Com recurso a um desenho quantitativo transversal e a uma amostra de 185 adultos idosos (60-82 anos), o presente estudo exploratório pretende analisar: as diferenças na saúde mental (e.g., perda de controlo, depressão, ansiedade, laços emocionais e afeto positivo) e no ânimo (e.g., agitação), em função da prática de dança, prática de ginástica e prática de Tai Chi; as diferenças na saúde mental e no ânimo, em função género; e se a prática, a frequência mensal da prática, o número de horas mensais de prática e tempo de prática de dança, de ginástica e de Tai Chi predizem a saúde mental em adultos idosos do género feminino e masculino. Os resultados referentes à analise das diferenças entre grupos mostram que: os praticantes de dança apresentam níveis inferiores de perda de controlo, ansiedade e de depressão, em comparação com os adultos idosos não praticantes; os praticantes de dança apresentam níveis superiores de laços emocionais e de agitação, comparativamente com os adultos idosos não praticantes; enquanto os participantes do género masculino reportaram níveis superiores de perda de controlo, ansiedade e depressão, as participantes apresentaram níveis superiores de afecto positivo e de laços emocionais. Os resultados também apontaram para que, para os participantes do género masculino, o tempo de prática de dança e a frequência mensal de prática de Tai Chi sejam preditores positivos e significativos do índice de saúde mental; para as participantes do género feminino, a frequência mensal de prática de dança, as horas de prática de dança por mês predizem positiva e significativamente o índice de saúde mental. Este estudo tem implicações para a literatura relacionada com a prática de atividade física, o bem-estar físico social e afetivo e a qualidade de vida dos adultos idosos portugueses. São discutidas as implicações para a prática, nomeadamente, o desenvolvimento e implementação de programas de atividade física regular multidimensional, no sentido promover a saúde mental nesta etapa desenvolvimental.Regular physical activity has been positively associated with healthy aging. Based on a quantitative cross-sectional design and a sample of 185 elderly adults (60-82 years), the present exploratory study aims to analyze: differences in mental health (e.g., loss of control, depression, anxiety, emotional ties and positive affect) and mood (e.g., agitation), due to the practice of dance, practice of gymnastics and practice of Tai Chi; the gender differences in mental health and mood; and if practice, monthly practice frequency, monthly practice hours, and practice time of dance, gymnastics, and Tai Chi predict mental health in elderly adults in the female and male elderly adults. The results regarding the analysis of differences between groups show that: dance practitioners have lower levels of loss of control, anxiety and depression compared to non-practicioners elderly adults; dance practitioners have higher levels of emotional and agitation, compared to non-practicinoners elderly adults; while male participants reported higher levels of loss of control, anxiety, and depression, female participants reported higher levels of positive affect and emotional bonds. The results also showed that, for male participants, the time of dance practice and the monthly frequency of Tai Chi practice are positive and significant predictors of the mental health index; For the female participants, the monthly frequency of dance practice, the hours of dance practice per month predict positively and significantly the mental health index. This study has implications for the literature related to the practice of physical activity, physical, social and affective well-being and quality of life of Portuguese elderly adults. The implications for practice are discussed, namely, the development and implementation of multidimensional regular physical activity programs, in order to promote mental health in this developmental stage.
Description: Orientação: Ana Prioste
URI: http://hdl.handle.net/10437/8285
Date: 2017


Files in this item

Files Size Format View Description
TeseFinal__ANABELA RODRIGUES DA COSTA __.pdf 262.6Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account