Estudos morfométricos em modelos experimentais de fibrose: quando os investigadores pretendem transformar uma imagem histológica num dado estatístico

DSpace/Manakin Repository

Estudos morfométricos em modelos experimentais de fibrose: quando os investigadores pretendem transformar uma imagem histológica num dado estatístico

Apresentar o registro completo

Título: Estudos morfométricos em modelos experimentais de fibrose: quando os investigadores pretendem transformar uma imagem histológica num dado estatístico
Autor: Catarino, José Carlos Mota
Resumo: A quantificação de imagens histológicas é frequentemente requisitada em investigação biomédica. Muitos dos métodos utilizados são morosos, dificilmente reprodutíveis e com grande subjectividade. Neste trabalho pretendeu-se descrever e validar metodologias de medição de fibrose mais objectivas, reprodutíveis e de fácil execução com recurso ao software Image J. No modelo de fibrose hepática foram comparadas as percentagens obtidas numa secção total e em várias ampliações. Para a fibrose de miocárdio, foi criada uma macro e validada a sua reproductibilidade intra e inter-observacional. Na fibrose hepática, não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas (p > 0,05), mas a correlação revelou-se mais forte entre os resultados obtidos na fotografia da secção total e nas duas fotografias a 40x (r = 0,963). No caso da fibrose do miocárdio, não foram encontradas diferenças significativas entre os resultados obtidos manualmente e com a macro (p > 0,05). Em relação à variabilidade inter-observador, a macro revelou-se um método menos varíavel ao apresentar índices de correlação mais elevado entre observadores que a medição manual. A utilização do ImageJ permitiu a definição de metodologias em dois modelos de fibrose que permitiram uma medição objectiva, reproductível e de maneira menos laboriosa.Quantification of histological images is often required in biomedical research. Many of the methods used are time-consuming, difficult to replicate and with great subjectivity. This work aimed to describe and validate more objective, reproducible and easy to perform fibrosis measurement methodologies using ImageJ software. In the liver fibrosis model, the percentages obtained in a total section and in several magnifications, were compared. For myocardial fibrosis, a macro was created and validated for its intra and inter-observational reproducibility. In hepatic fibrosis, no statistically significant differences were found (p> 0.05), but the correlation was stronger between the results obtained in the photograph of the total section and in the two photographs at 40x (r = 0.963). In the case of myocardial fibrosis, no significant differences were found between the results obtained manually and with the macro (p> 0.05). Regarding the interobserver variability, the macro was shown to be a less variable method by presenting higher correlation coefficients between observers than manual measurement. The use of ImageJ allowed the definition of methodologies in two models of fibrosis that allowed objective measurement, reproducible and in a less laborious way.
Descrição: Orientação: Pedro Faisca
URI: http://hdl.handle.net/10437/8260
Data: 2017


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar Descrição
Dissertação de ... nal para o CD com JÚRI.pdf 2.232Mb PDF Visualizar/Abrir DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro completo

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta