Contribuição para o estudo dos hemoparasitas dos bovinos na Beira Interior

DSpace/Manakin Repository

Contribuição para o estudo dos hemoparasitas dos bovinos na Beira Interior

Show full item record

Title: Contribuição para o estudo dos hemoparasitas dos bovinos na Beira Interior
Author: Serras, Lidia Margarida Silva
Abstract: Portugal é caracterizado por ter um clima mediterrâneo quente e temperado, com estações do ano distintas, o que propicia um ambiente adequado para o desenvolvimento de uma ampla gama de espécies de carraças. As carraças são os principais vetores responsáveis pela transmissão de hemoparasitas aos bovinos, nomeadamente Theileria spp., Babesia spp. e Anaplasma spp.. Pretendeu-se com o presente trabalho contribuir para o estudo dos hemoparasitas dos bovinos na Beira Interior, estimando a prevalência de hemoparasitas nessa região, identificando possíveis fatores de risco associados à infeção dos animais, caracterizando uma amostra de ixodídeos recolhidos de uma exploração aleatoriamente e promover a consciencialização por parte dos produtores sobre a importância do controlo dos vetores na prevenção da transmissão dos hemoparasitas. Para tal, procedeu-se à recolha de amostras sanguíneas de 111 animais, escolhidos aleatoriamente, num total de 8 explorações, para realização de esfregaços sanguíneos e posterior análise microscópica. Os animais foram considerados positivos se, ao exame microscópico fosse visível um parasita do género Anaplasma spp., Babesia spp. ou Theileria spp.. Foi obtida uma prevalência de 100%, comprovando que a Beira Interior é endémica no que diz respeito aos hemoparasitas. O género Anaplasma spp. (espécie Anaplasma marginale) (100%) foi o mais prevalente, seguido de Theileria spp. (33%) e o por último Babesia spp., que foi o género menos encontrado (3%). Não se conseguiu apurar nenhuma associação aparente entre as variáveis raça e sinais clínicos com a ocorrência de hemoparasitas. Foi nos animais com idades compreendidas entre 5 e 10 anos e mais de 10 anos, que se observou uma prevalência maior do género Babesia spp., quer como infeção simples, dupla ou tripla. A visualização de “algumas” e “muitas” carraças por parte dos produtores foi identificada como um fator de risco para a ocorrência de hemoparasitas, mais propriamente no que diz respeito á infeção dupla por Anaplasma marginale e Theileria spp. e, à infeção por Theileria spp. individualmente, por outro lado não se conseguiu estabelecer uma associação aparente entre a frequência dos tratamentos utilizados em cada exploração e a ocorrência de hemoparasitas. A amostra de ixodídeos recolhidos, revelou uma predominância do género Hyalomma spp., tendo sido visualizadas microscopicamente formas intra-eritrocitárias compatíveis com Anaplasma marginale, em quatro fêmeas ingurgitadas do género Hyalomma spp.. A Beira Interior apresenta fatores de risco associados à presença e disseminação de hemoparasitas, este trabalho pode ser uma contribuição importante para a sensibilização dos produtores e médicos veterinários para o desenvolvimento de melhores formas de controlo e de prevenção da doença.Portugal is characterized by a warm and temperate Mediterranean climate with distinct seasons, providing a suitable environment for the development of a wide range of tick species. Ticks are the main vectors responsible for the transmission of hemoparasites to cattle, namely Theileria spp., Babesia spp. and Anaplasma spp.. The present work aimed to contribute to the study of bovine hemoparasites in Beira Interior, estimating the prevalence of hemoparasitosis in this region, identifying possible risk factors associated with the infection of the animals, characterizing a sample of ixodids collected from a farm at random and raise awareness among producers of the importance of vector control in preventing the transmission of hemoparasites. For this purpose, blood samples were collected from 111 randomly selected animals in a total of 8 farms to perform blood smears and subsequent microscopic analysis. The animals were considered positive if, under microscopic examination, a parasite of the genus Anaplasma spp., Babesia spp. or Theileria spp.. It was obtained a prevalence of 100%, proving that the region of Beira Interior is endemic with regard to hemoparasitosis. The genus Anaplasma spp. (Anaplasma marginale species) (100%) was the most prevalent, followed by Theileria spp. (33%) and the last Babesia spp. which was the least found genus (3%). No apparent association could be ascertained between the variables race and clinical signs with the occurrence of hemoparasitosis. It was observed in animals aged between 5 and 10 years and over 10 years that a greater prevalence of the genus Babesia spp. was found, either as single, double or triple infection. The visualization of "some" and "many" ticks on the part of the producers was identified as a risk factor for the occurrence of hemoparasitosis, more properly with respect to the double infection by Anaplasma marginale + Theileria spp. and, to the infection by Theileria spp. individually, on the other hand, it was not possible to establish an apparent association between the frequency of treatments used in each farm and the occurrence of hemoparasites. The sample of ixodídeos collected, showed a predominance of the genus Hyalomma spp., and it was observed microscopically intra-erythrocyte forms compatible with Anaplasma marginale in four engorged females of the genus Hyalomma spp.. The Beira Interior presents risk factors associated with the presence and dissemination of hemoparasites, this work can be an important contribution to the sensitization of producers and veterinarians for the development of better ways of controlling and preventing the disease.
Description: Orientação: Ana Araújo Munhoz
URI: http://hdl.handle.net/10437/8256
Date: 2017


Files in this item

Files Size Format View Description
Tese Contribuiç ... eira Interior com júri.pdf 2.733Mb PDF View/Open DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account