Qualidade de vida, estratégias de coping e bem-estar psicológico em estudantes universitários

DSpace/Manakin Repository

Qualidade de vida, estratégias de coping e bem-estar psicológico em estudantes universitários

Show full item record

Title: Qualidade de vida, estratégias de coping e bem-estar psicológico em estudantes universitários
Author: Santos, Doroteia Bernardete Aragão dos
Abstract: Este estudo teve como principal objetivo avaliar a Qualidade de vida, Estratégias de Coping e Bem-Estar Psicológico numa amostra de Estudantes Universitários portugueses, tendo participado 210 estudantes universitários, 115 mulheres e 95 homens, apresentando idades entre os 18 e 54 anos (M= 22.23; DP= 4.631). Como instrumentos, foram usados um questionário sociodemográfico, o Questionário WHOQOL-Bref para avaliar a Qualidade de Vida de (Vaz Serra, Canavarro, Simões, Pereira, 2006), o Ways of Coping Questionnaire para avaliar o Coping (Pais-Ribeiro e Santos, 2001) e o Bien-Être Psychologique (ÉMMBEP) de (Tavares e Pereira, 2006) para avaliar o bem-estar Psicológico. Os resultados apresentaram diferenças entre sexos ao nível das estratégias de coping, apresentando as mulheres índices superiores, mas não demonstraram diferenças estatisticamente significativas para a condição Estudante vs. Trabalhador/Estudante. No que respeita à localidade, foi possível observar diferenças significativas nas variáveis em estudo, com os estudantes de Coimbra a apresentarem mais Qualidade de vida, mais Estratégias de Coping e Bem-estar Psicológico e os estudantes de Lisboa e Évora valores inferiores nestas variáveis. Os estudantes utilizaram estratégias de coping de forma diferenciada. As relações encontradas foram significativas de sentido positivo em todas as dimensões da Qualidade de Vida e do Bem-Estar Psicológico, variam entre fracas r=,217 (Envolvimento Social com a QL Social), e fortes r=,721 (Autoestima com QL Psicológico).This study aimed to assess the Quality of Life, Coping Strategies and Psychological Well-Being in a Portuguese sample of 210 college students, 115 women and 95 men, with ages between 18 and 54 years (M = 22:23, SD = 4.631). As instruments were used a sociodemographic questionnaire, the WHOQOL-Bref scale of quality of life questionnaire (Vaz Serra, Canavarro, Simões Pereira, 2006), the Ways of Coping Questionnaire Parent-Ribeiro and Santos (2001) and the Bien- être Psychologique (ÉMMBEP) of Tavares and Pereira (2006). The results showed differences between the sexes in terms of coping strategies, with females presenting higher values, but showed no statistically significant differences for the student condition vs. Student worker. With regard to the location, significant differences were observed in the variables under study, with students from Coimbra presenting higher quality of life, more coping strategies and Psychological Welbeing and students Lisbon and Évora lower values in these variables. Students used coping strategies differently. The joined relations had been significant of positive direction in all the dimensions of the Quality of Life and of Psychological Well-being, they vary between Weak r=, 217 (Social Envolvement with the Social QL), and Forts r=, 721 (Autoestima with Psychological QL).
Description: Orientação: Joana Brites Rosa
URI: http://hdl.handle.net/10437/7965
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View Description
TESE FINAL VERSÃO FINAL 29.03.17 com júri.pdf 1.045Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account