Vitimação e funcionamento psicológico na idade adulta: o papel moderador do suporte social

DSpace/Manakin Repository

Vitimação e funcionamento psicológico na idade adulta: o papel moderador do suporte social

Apresentar o registro completo

Título: Vitimação e funcionamento psicológico na idade adulta: o papel moderador do suporte social
Autor: Ornelas, Maria Júlia
Resumo: O presente estudo teve como principais objectivos: (1) Explorar e compreender a violência nas suas vertentes, contexto, tipo de violência e impacto na saúde; (2) o construto de bem-estar e os aspetos positivos de funcionamento do indivíduo, otimismo e satisfação com a vida; (3) explorar e promover a distinção das correntes filosóficas hedónica e eudaimónica bem como a perspetiva do bem-estar subjetivo (BES) e bem estar psicológico (BEP); (4) a importância do suporte social na saúde e nos efeitos benéficos na vida dos sujeitos. De referir que este estudo procurou testar o papel moderador do Suporte Social (SS) na predição do funcionamento psicológico atual, tendo como variável antecedente a experiência de vitimação durante o último ano. A amostra foi constituída por 381 sujeitos, de ambos os sexos, recolhida online em todo o território nacional. O protocolo de instrumentos administrados incluiu um questionário sociodemográfico, uma medida de bem-estar psicológico (Escalas de Bem-Estar Psicológico - EBEP; Ryff, (1989), adaptada por Novo, (2003); Escala de suporte social (Escala Multidimensional de Suporte Social Percebido –(MSPSS); Zimet, Dahlem, Zimet & Farley, (1988), adaptada por Carvalho, Pinto-Gouveia, Pimentel, Maia & Mota-Pereira, (2011); Escala de sintomatologia psicopatológica (Brief Symptom Inventory – (BSI); Derrogatis, (1982), adaptada por Canavarro, (2007); Questionário de Experiências de Vitimação na Idade Adulta – QEVIA; Lisboa, Barroso, Patrício & Leandro, (2009), validado por Antunes, Ferreira & Magalhães, (2016). Os resultados sugerem que o suporte social familiar modera de forma marginalmente significativa a relação entre as experiências de vitimação e a sintomatologia psicopatológica. Níveis elevados de suporte social familiar relacionam-se com baixos níveis de experiências de vitimação e a sintomatologia psicopatológica. O estudo desenvolvido confirmou resultados de outros estudos. Resultados do moderador do suporte social não são estatísticamente significativos. Encontradas implicações concetuais metodológicas. Limitação sentida, pouca literatura a nível de violência no geral.This study was designed primarily to: (1) explore and understand violence in its tracks, context, violence and health impact; (2) the welfare construct and the positive aspects of individual functioning, optimism and satisfaction with life; (3) to explore and promote the distinction of hedonic and eudaimónica philosophical currents as well as the perspective of subjective well-being (SWB) and psychological well-being (BEP); (4) the importance of social support in health and beneficial effects on the lives of the subjects. It should be noted that this study sought to test the moderating role of Social Support (SS) in the prediction of current psychological functioning, with the antecedent variable victimization experience during the last year. The sample consisted of 381 subjects of both sexes, collected online throughout the national territory. The administered instruments protocol included a sociodemographic questionnaire, psychological well-being measure (Scales of Psychological Well-Being - EBEP; Ryff, (1989), adapted by New (2003), Social Support Scale (Multidimensional Scale of Support social Perceived - (MSPSS); Zimet, Dahlem, Zimet & Farley (1988), adapted by Carvalho Pinto-Gouveia, Pimentel, Maia & Mota-Pereira (2011), psychopathological symptoms Scale (Brief symptom Inventory - (BSI ); Derrogatis (1982), adapted by Canavarro (2007) victimization Experiences Questionnaire in adulthood - QEVIA; Lisbon, Barroso, Patrick & Leandro (2009), validated by Antunes Ferreira and Magalhães (2016) . the results suggest that family social support moderates marginally significantly the relationship between the experiences of victimization and psychopathological symptoms. high levels of family social support are related to low levels of victimization experiences and psychopathological symptoms. The study conducted confirmed the results of other studies. social support Moderator results are not statistically significant. Found concetuais methodological implications. felt limitation, few studies level of violence in general.
Descrição: Orientação: Célia Ferreira
URI: http://hdl.handle.net/10437/7850
Data: 2016


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar Descrição
Temporario.pdf 12.34Kb PDF Visualizar/Abrir Dissertação de Mestrado

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro completo

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta