Determinação da concentração sérica da uroquinase ativadora do plasminogénio (upa) em pacientes oncológicos caninos

DSpace/Manakin Repository

Determinação da concentração sérica da uroquinase ativadora do plasminogénio (upa) em pacientes oncológicos caninos

Show full item record

Title: Determinação da concentração sérica da uroquinase ativadora do plasminogénio (upa) em pacientes oncológicos caninos
Author: Ramos, Sofia Madeira Chichorro de Nogueira
Abstract: O sistema da uroquinase ativadora do plasminogénio (uPA) contribui para a progressão de certos tipos de neoplasmas e está associado com prognósticos de pacientes oncológicos humanos. Em contraste, o referido sistema encontra-se pouco estudado na oncologia veterinária. O objetivo principal deste estudo foi determinar as concentrações séricas da uPA em cães saudáveis e em cães com neoplasmas, com o intuito de investigar o seu potencial valor como um biomarcador neoplásico. Neste estudo prospetivo de caso-controlo, as concentrações séricas da uPA foram medidas, através de um Kit de ELISA específico para a espécie canina, em 21 cães saudáveis e em 20 cães com neoplasmas, provenientes de 2 Hospitais Veterinários (FMV-ULHT e UPVet). A relação entre os níveis séricos da uPA e algumas características neoplásicas, como o tipo histológico, o envolvimento dos linfonodos e a presença de metástases à distância, foram analisadas estatisticamente recorrendo ao programa SPSS 23. As médias dos valores séricos (± desvio padrão) dos controlos (0,19 ± 0,13 ng/ml) não foram influenciadas por características como género ou idade e não foram significativamente diferentes dos valores de cães com neoplasmas (0,22 ± 0,33 ng/ml). Também não foi verificada uma diferença significativa entre animais acometidos por neoplasmas benignos e malignos ou entre metastáticos e não-metastáticos, embora se observasse uma tendência para valores mais elevados nos primeiros. Em conclusão, este estudo descreveu, pela primeira vez, os níveis séricos da uPA em cães saudáveis e com neoplasmas. Estes resultados preliminares não apontam a uPA como um biomarcador neoplásico, possivelmente devido à heterogeneidade de neoplasmas, com potenciais diferentes comportamentos biológicos. Os valores tendencialmente mais elevados de uPA em cães com neoplasmas metastáticos podem refletir o papel da enzima na metastização neoplásica, sugerindo a possibilidade de a uPA poder ser uma marcador sérico de agressividade neoplásica.The urokinase plasminogen activator (uPA) system contributes to the progression of certain types of neoplasms and is associated with human patient outcomes, although in veterinary oncology it is scarcely studied. The aim of this study was to describe uPA serum concentrations in healthy and cancerous dogs and to investigate its potential value as a neoplastic biomarker. In this prospective case-control study, serum concentrations of uPA were measured using a canine-specific ELISA assay in 21 healthy dogs and in 20 dogs with neoplasms, from two veterinary hospitals (FMV-ULHT and UPVet). The relationship between uPA serum levels and some neoplastic characteristics, such as type, lymph node status and distant metastasis, was analysed with the statistical package SPSS 23. The mean serum values (± standard deviation) of controls (0.19 ± 0.13 ng/ml) were not influenced by gender or age, and were not significantly different from cancer patients (0.22 ± 0.33 ng/ml). There were also no significant differences between dogs with benign or malignant neoplasmas neither between metastatic and non metastic, although patients with metastasis tended to show higher levels. In summary, this study described for the first time the serum levels of uPA in healthy dogs and dogs with cancer. These preliminary results do not support uPA as a tumour biomarker, probably due to the neoplasms heterogeneity, with potential different biological behaviors. Higher uPA levels in dogs with metastatic neoplasms may reflect the role of the enzyme in tumour metastasis, suggesting that it could be a seric biomarker of neoplastic aggressiveness.
Description: Orientação: Andreia Santos ; co-orientação: Augusto Matos
URI: http://hdl.handle.net/10437/7762
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account