'Espírito de águia, mente de lobo': programa de sensibilização e psicoinclusão da cultura e comunidade cigana

DSpace/Manakin Repository

'Espírito de águia, mente de lobo': programa de sensibilização e psicoinclusão da cultura e comunidade cigana

Show full item record

Title: 'Espírito de águia, mente de lobo': programa de sensibilização e psicoinclusão da cultura e comunidade cigana
Author: Marçalo, Ana Rita de Oliveira
Abstract: A presente investigação relaciona-se com a integração social do povo cigano. Neste sentido e nesta investigação é analisada a cultura e costumes ciganos e as implementações interventoras no sentido da integração. Verifica-se a implementação de vários projectos inovadores, porém acredita- se que estes projectos carecem de uma visão globalizada e neutra, e que se baseia em poderes culturais diferenciados, ou seja atribuindo maior valor á cultura maioritária. O enquadramento do presente trabalho de projecto , conduz à elaboração de um programa de sensibilização e integração da cultura e comunidade cigana a nível local nas cidades de Tomar e Entroncamento na perspectiva de expansão do mesmo a nível nacional. Este programa baseia-se na ideia que em tempos de globalização com a existência multicultural nos países ocidentais, é necessário que a mentalidade se amplifique e se torne mais aceitante da diferença, em concordância com os tempos modernos. Neste sentido acredita-se na necessidade de se dar a conhecer essas diferenças culturais, de permeabilizar culturas e povos e de interligar pessoas de uma forma menos formatada e mais «inocente». Também se crê que para atingir este objectivo é necessário criar contextos de contacto multicultural no sentido de amenizar as diferenças e ansiedades associadas ao contacto com o «estranho». Neste sentido propõe-se um programa de sensibilização e integração da cultura e comunidade isto porque se acredita que não será apenas necessário integrar a comunidade cigana assim como também e com maior importância a cultura cigana na restante sociedade. Para tal integração, será necessário a sensibilização da comunidade não cigana relativamente a cultura verdadeiramente cigana. Isto porque a comunidade cigana tem sido vitima de estereótipificações e atitudes marginalizadoras ao longo da história, significando que com o pouco contacto entre ambas as comunidades ciganas e não ciganas esta imagem disturbada se mantém. Ser cigano integrado não tem que significar a abdicação da sua própria cultura. Acredita-se que a integração sucedida da comunidade cigana terá que provir da aceitação deste povo por parte da restante sociedade. Nos variados estudos realizados relativamente a esta comunidade tem-se verificado o constante e prevalecente «orgulho cigano» porém também se tem verificado uma certa flexibilidade de adaptação. Talvez esse orgulho esteja relacionado com uma reacção agressiva perante a forma marginalizadora de tratamento que a sociedade demonstrou/demonstra para com esta comunidade. Neste sentido acredita-se na necessidade de mudança de atitudes e perspectivas por ambas as partes, quebrando o ciclo vicioso associado ao interrelacionamento entre ambas as comunidades, o qual a ver do autor só poderá acontecer através da exposição e contacto entre ambos.The present research is related to the social integration of the Gypsies . In this sense and in this research, the gypsy culture and costumes are analised as well as the interventive implementations in the way to integration. There has been the implementation of many inovative projects, however it is believed that these projects lack of a globalized and neutral vision , and that the cultural power between both cultures is greatly diferenciated, meaning that the main culture is the more valued. The framework of the present work project, conducts to the elaboration of a local gypsy’s cultural and community awareness and integration program, to be firstly implemented in the cities of Tomar and Entroncamento but with prospects to expand it nationaly. This program follows the idea that in a time of globalization with the multicultural existence in the western countries, it is necessary that the general mentality is amplified and that it becomes more acceptant of the difference, in accordance with the modern times. For this, it is believed that it is necessary to expose the population to these cultural differences, to permeabilize cultures and people and to inter-connect in a way that is less formatted and more «innocent». It is also believed that in order to attain this objective, it is necessary to create contexts of multicultural contact, for the sake of softening the differences and ansieties which are consequences of the contact with what it is «strange». In this sense it is proposed a cultural and community’s awareness and integration program, this following the belief that in order to achieve a sane relationship between both cultures it is not just necessary to integrate the gypsy’s community but also and more importantly its culture in the general society. For this to happen it will be necessary to sensibilize the non gypsy community about the real gypsy culture. This because the gypsy community has been a victim of stereotyping and marginalizing attitudes throughout history, which signifies that, the little contact between both non gypsy and gyspsy community has leaded to the maintenance of this disturbed image. To be an integrated gypsy does not have to signify that one needs to abdicate of its own culture. This program follows the belief that the successful integration of the gypsy community, will have to come from the acceptance of these people by the rest of society. In the varied studies that have been conducted regarding this community it has been verified, the constant and prevailing gypsy pride, however it has also been verified a certain adaptation flexibility. Perhaps this pride is related to an agressive reaction towards the society´s marginalized way of treatment against this community. Reasoning that leads us to the conclusion that it is necessary to change attitudes and perspectives in both sides, breaking the vicios circle associated to the inter-relationhip between both communities, which in the author’s perspective will only happen with the exposure and contact between both.
Description: Orientação: João Pedro Oliveira
URI: http://hdl.handle.net/10437/7579
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View
Temporario.pdf 12.34Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account