Exercício físico e resposta emocional: um estudo baseado na teoria da autodeterminação

DSpace/Manakin Repository

Exercício físico e resposta emocional: um estudo baseado na teoria da autodeterminação

Apresentar o registro completo

Título: Exercício físico e resposta emocional: um estudo baseado na teoria da autodeterminação
Autor: Teixeira, Diogo dos Santos
Resumo: A sociedade contemporânea apresenta um conjunto de desafios que solicitam aos profissionais de saúde a capacidade de ajustarem as suas intervenções face a uma multiplicidade de fatores. Em diversos contextos do exercício físico, particularmente no grande mercado em que o fitness se tornou, verifica-se que muitas pessoas não realizam regularmente qualquer tipo de atividade física e/ou nem sempre a frequência/intensidade/duração são as ideais face às recomendações internacionais para obterem os devidos benefícios da prática. Esta dificuldade por parte de algumas pessoas na adesão continuada ao exercício deve ser uma preocupação central na intervenção dos profissionais de exercício. Assim, neste trabalho recorreu-se a pressupostos da psicologia do exercício e em particular sustentando-nos na Teoria da Autodeterminação para analisar e estudar fatores influenciadores desta problemática. Deste modo, definiu-se como objetivo central do trabalho analisar a relação das necessidades psicológicas básicas e regulações motivacionais na resposta emocional ao exercício, em praticantes de exercício físico em ginásios e health clubs. Quatro estudos foram desenvolvidos de forma a dar consecução ao objetivo definido, um de revisão, e os restantes três utilizando uma forte orientação no estudo e compreensão da influência de mediadores na relação entre variáveis. Os principais resultados indicam que a satisfação das necessidades psicológicas básicas em ginásios e health clubs se encontra associada a melhores respostas emocionais. Isto verificou-se através do seu efeito direto nas variáveis emocionais, assim como na sua influência em outras variáveis e manifestação dos respetivos efeitos indiretos. Verificou-se ainda que regulações motivacionais mais autónomas tendem a predizer melhores indicadores de bem-estar e que atuam como mediadoras na relação entre as necessidades psicológicas básicas e a resposta emocional. Em conclusão, suportado na evidência disponível e com base nos resultados obtidos, compreende-se que a Teoria da Autodeterminação é uma abordagem teórica válida na compreensão da resposta emocional dos praticantes de atividades em ginásios e health clubs. Verificou-se que a satisfação das NPB estava associada a melhores respostas emocionais nos praticantes, suportada, em parte, pelas regulações motivacionais mais autónomas.Contemporary society presents a set of challenges that demands of the health professionals the ability to adjust their interventions to face a multitude of factors. In different contexts of physical exercise, particularly in the large fitness market, it has become apparent that many people do not regularly perform any type of physical activity and that not always the frequency/intensity/duration are the ideal regarding international recommendations to obtain practice appropriate benefits. Some people difficulty to maintain exercise adherence should be a central concern in exercise professional‘s interventions. In this work exercise psychology frameworks were used, and in particular sustained by the Self-Determination Theory, in order to analyze and study the factors influencing this problem. Thus, it was defined as central objective of the work to analyze the relationship of the basic psychological needs and motivational regulations in the emotional response to physical exercise in gyms and health clubs. Four studies have been developed to give achieving the set goal, a revision, and the other three using a strong focus on the study and understanding of the influence of mediators in the relationship between variables. The main results indicate that basic psychological needs satisfaction in gyms and health clubs is associated with better emotional responses. This was verified through its direct effect on emotional variables, influence on other variables and manifestation of the respective indirect effects. It was also found that more autonomous motivational regulations tend to predict better health indicators and to act as mediators in the relationship between the basic psychological needs and emotional response. In conclusion, supported by the available evidence and based on the results obtained, it was possible to understand that the Self-Determination Theory is a valid theoretical approach in the comprehension of the emotional response in gyms and health clubs exercisers. It was found that the BPN satisfaction was associated with better emotional responses, supported, in part, by exercisers autonomous regulations.
Descrição: Orientação: António Labisa Palmeira
URI: http://hdl.handle.net/10437/7476
Data: 2015


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar Descrição
Tese_FINAL__para_biblioteca.pdf 4.742Mb PDF Visualizar/Abrir Tese de Doutoramento

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro completo

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta