Satisfação com o suporte social e qualidade de vida em jovens adultos com e sem condições crónicas de saúde

DSpace/Manakin Repository

Satisfação com o suporte social e qualidade de vida em jovens adultos com e sem condições crónicas de saúde

Show full item record

Title: Satisfação com o suporte social e qualidade de vida em jovens adultos com e sem condições crónicas de saúde
Author: Vitorino, Maria Leonor da Câmara Santa Bárbara
Abstract: Este estudo teve como objetivo explorar a associação entre a satisfação com o suporte social e a qualidade de vida em jovens adultos com e sem condições crónicas de saúde. Participaram 206 jovens adultos, com idades compreendidas entre os 18 e 25 anos de idade. Destes, 92 apresentavam condições crónicas (CCS) e 114 eram indivíduos sem condições crónicas de saúde (i.e., saudáveis). Este estudo é de natureza quantitativa e cariz transversal e a amostra foi selecionada através do método não probabilístico de conveniência. Os dados foram recolhidos entre Abril e Junho através de questionários de auto-resposta, sendo utilizado, dois métodos distintos: formato de papel e lápis e através de uma plataforma online. Foram utilizados como instrumentos de avaliação: a Escala de Satisfação com o Suporte Social (Pais- Ribeiro, 1999), EUROHIS-QQL-8 (Pereira, Melo, Gameiro & Canavarro, 2011) e um questionário de dados sociodemográficos e clínicos construído propositadamente para esta investigação. De acordo com os nossos resultados, jovens com CCS apresentaram menores níveis de qualidade de vida do que jovens saudáveis. Verificou-se ainda um efeito significativo da satisfação com o suporte social (global e dimensões família e amizades) na qualidade de vida dos indivíduos, tanto na presença como na ausência de doença. Estes dados reforçam a importância do investimento na compreensão dos níveis de adaptação psicossocial face à doença crónica, bem como do papel da satisfação com o suporte social a este nível, bem como uma associação significativa entre a qualidade de vida e a satisfação com o suporte social, tanto na amostra total, como nos dois grupos.The objective of this study was to explore the relation between satisfaction with social support and quality of life in young adults with or without a chronic health condition. Of the 206 young adults who participated, 92 had a chronic health condition and 114 did not. Participants’ ages ranged from 18 to 25 years old. For this quantitative, transversal study, a non-randomized sample of convenience was used. Data were collected between April and June 2016 using a battery of self-response questionnaires deployed as both, online and paper-and-pencil versions. Following measures were applied: the Escala de Satisfação com o Suporte Social (Pais-Ribeiro, 1999), the EUROHIS-QQL-8 (Pereira, Melo, Gameiro & Canavarro, 2011), and a sociodemographics and clinical data inventory which was custom-made for this study. According to our results, young people with CCS have lower levels of quality of life than healthy young people. There was also a significant effect of satisfaction with social support (global dimensions and family, and friends) in quality of life of individuals, both in the presence and absence of disease. These data reinforce the importance of investment in understanding the psychosocial adaptation level in the face of chronic disease and the role of satisfaction with social support at this level, as well as a significant association between quality of life and satisfaction with social support both in the whole sample, as in the two groups.
Description: Orientação: Raquel Pires
URI: http://hdl.handle.net/10437/7466
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View Description
Tese Versão Finalllll.pdf 579.9Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account