Contaminação bacteriana e fúngica dos tubos endotraqueais e traqueias respiratórias

DSpace/Manakin Repository

Contaminação bacteriana e fúngica dos tubos endotraqueais e traqueias respiratórias

Show full item record

Title: Contaminação bacteriana e fúngica dos tubos endotraqueais e traqueias respiratórias
Author: Lemos, Ana Fernandes Moreno Ferreira de
Abstract: Introdução: A utilização do tubo endotraqueal (TE) e da traqueia respiratória (TR) é fundamental na prática cirúrgica veterinária e a reutilização dos mesmos é também uma prática recorrente de forma a obter uma diminuição de custos. A avaliação da contaminação microbiológica dos mesmos está amplamente documentada em Medicina Humana. O mesmo não se sucede em Medicina Veterinária, pois devido aos altos custos de manutenção, torna-se impraticável realizar estudos microbiológicos de rotina. Material e Métodos: O presente estudo foi realizado num Hospital de Medicina Veterinária na zona de Lisboa, com o objectivo de determinar a contaminação bacteriana e fúngica nestes equipamentos. Procedeu-se à avaliação clínica e radiográfica de todos os pacientes. Foram recolhidas amostras microbiológicas a partir de 30 TEs e 30 TRs reutilizados, escolhidos aleatoriamente, antes do procedimento cirúrgico e cultivadas em meios de cultura para bactérias e fungos. Este procedimento foi realizado independentemente do sexo, raça e idade do animal, tipo e tempo de cirurgia. Seguido de determinação, caracterização e identificação microbiológica. Resultados: Verificou-se crescimento bacteriano e/ou fúngico total de 73% (44 amostras positivas em 60 amostras). Por fim, correlacionaram-se os resultados com o aparecimento de afecções respiratórias. Conclusão: O estudo de fontes de contaminação em ambientes hospitalares veterinários é uma actividade em crescimento, sendo necessário o desenvolvimento de programas de controlo mais específicos e eficazes, que tenham como pilares básicos um sistema de vigilância efectivo combinado com uma rotina de análises microbiológicas.Background: The use of the endotracheal tube (ET) and the tubing of breathing circuit systems (tBCS) is fundamental for the practice of the veterinary surgery and reusing them is also a recurring way of reducing costs. The evaluation of the microbiological contamination is widely documented in Human Medicine. In Veterinary Medicine however, due to high maintenance costs, it is impossible to perform routine microbiological studies. Materials and methods: The current study was done in a Veterinary Medicine Hospital in the Lisbon area, with the objective of defining the bacteriological and fungi contamination of these medical devices. All patients underwent a clinical and radiographic evaluation. Microbiological samples were taken from 30 ET and 30 tBCS reused randomly chosen and were collected before initiating the surgical procedure and cultured for bacteria and fungi. This procedure was performed regardless of the sex, race and age of the animal, type and time of surgery. Followed by determination, characterization and microbiological identification. Results: Bacterial and/or fungal growth was found to be 73% (44 positive samples in 60 samples). In the end the results were correlated with the appearance of respiratory disorders. Conclusion: The study of the sources of contamination in veterinary hospital environments is a growing activity, creating the need to develop more specific and efficient control programs, which will be supported by a basis of a surveillance system combined with a routine of microbiological analysis.
Description: Orientação : Pedro Faísca
URI: http://hdl.handle.net/10437/7437
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View Description
Final com corre ... RENO FERREIRA DE LEMOS.pdf 2.167Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account