Estudo de pré-validação de um ambiente virtual para reabilitação cognitiva

DSpace/Manakin Repository

Estudo de pré-validação de um ambiente virtual para reabilitação cognitiva

Show full item record

Title: Estudo de pré-validação de um ambiente virtual para reabilitação cognitiva
Author: Rodelo, Luís Filipe Barbosa 
Abstract: O objectivo deste estudo foi realizar uma pré-validação de um ambiente virtual que futuramente será utilizado para reabilitação cognitiva. Para isso foram abordados vários aspectos das funções cognitivas inerentes às tarefas que os participantes realizaram no ambiente virtual, tais como a atenção, memória, tomada de decisão e velocidade de processamento. Foram relacionadas novas tecnologias como a realidade virtual (RV) com a aplicação de reabilitação cognitiva e as vantagens desta junção. A avaliação destas funções visava a obtenção de valores normativos. A amostra deste estudo foi composta por 59 sujeitos de ambos os géneros, onde 28 (47,5%) são do género masculino e 31 (52,5) do género feminino. A idade dos participantes encontra-se compreendida entre os 16 e os 69 anos (M=26,6; DP=10,7). Com este estudo conseguimos mostrar que esta amostra, dita de população normal, escolheu na grande maioria os produtos mais baratos, como era pretendido (58,5% dos que completaram a tarefa na totalidade, gastou o menor gasto possível para esta tarefa). Outra das constatações deste estudo foi a vertente de quem joga jogos de computador apresentar uma média de tempo significativamente inferior à média dos participantes que afirmaram não jogar quaisquer jogos de computador. As mulheres gastam mais tempo na realização da tarefa que os homens mas no entanto no final acabam por gastar menos dinheiro que o género oposto (média de dinheiro gasto pelos homens = 12,2583; DP= 0,27214. Média das mulheres = 12,1446; DP= 0,14551), no entanto não existem diferenças significativas entre os gastos de ambos os géneros. Neste estudo pode-se comprovar que as funções cognitivas têm um papel fundamental no decorrer da realização da tarefa.The aim of this study was to conduct a pre-validation of a virtual environment that will be used for cognitive rehabilitation. Many cognitive functions (such as attention, memory decision-making and the processing-speed) have been analyzed. For this study new technologies like virtual reality (VR) have been related with the application of cognitive rehabilitation, in order to see the advantages of this junction. The evaluation of these functions proposes to give normative values. For this experience 59 people have been analyzed: 28 males and 31 female. The age of this people is between 16 and 69 years old. With this study we are able to show that the vast majority of this analyzed population chooses the cheapest product, like it was supposed to happen (58.5% of those who have completed this work spent the enough money for this exercise). Another result of this study is to show that people who play computer games can make better times in this exercise than people who said that don’t play any computer games. This result shows that women spend more time than man to do this exercise. Despite that, women have save more money than the man (money spent by men = 12,2583; DP= 0,27214. Money spent by woman = 12,1446; DP= 0,14551). In both sexes the difference in spent money isn’t very high. In this study we can prove that cognitive functions are very important to do this work.
Description: Orientador: Pedro Gamito
URI: http://hdl.handle.net/10437/7246
Date: 2013


Files in this item

Files Size Format View
Temporario02.pdf 53.95Kb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account