Depressão, estratégias de coping e resiliência : estudo transcultural com imigrantes cabo-verdianos e brasileiros

DSpace/Manakin Repository

Depressão, estratégias de coping e resiliência : estudo transcultural com imigrantes cabo-verdianos e brasileiros

Show full item record

Title: Depressão, estratégias de coping e resiliência : estudo transcultural com imigrantes cabo-verdianos e brasileiros
Author: Semedo, Maria Madalena Fernandes 
Abstract: O presente estudo teve como principal objetivo analisar a relação entre a depressão, as estratégias de coping e a resiliência em imigrantes Cabo-Verdianos e Brasileiros. A amostra foi constituída por 100 participantes, 50 imigrantes Cabo-Verdianos e 50 Brasileiros, 50 do género feminino e 50 do género masculino que preencheram um protocolo de autoavaliação composta pelo, Beck Depression Inventory (BDI-I, Beck et al, 1961; adaptada por Adriano Vaz Serra, 1973), a Brief COPE (Brief COPE; Carver, Scheier, & Weintraub, 1989; versão Portuguesa Pais-Ribeiro & Rodrigues, 2004) e a Resilience Scale (Wagnild, & Young, 1993;versão Portuguesa Carvalho & Leal, 2012). Os resultados demonstraram que a elevada depressão esteve relacionada com menos utilização de estratégias de coping e menos nível de resiliência, tal como seria esperado. Na comparação entre os grupos para a utilização de estratégias de coping, os resultados evidenciaram que os imigrantes Brasileiros utilizam mais estratégias de coping do que os imigrantes Cabo-Verdianos. Relativamente aos indícios de sintomatologia depressiva, a maioria dos imigrantes apresentam ausência de sintomatologia depressiva. Os resultados obtidos foram analisados com base na literatura.This study aimed to analyze the relationship between depression, coping strategies and resilience in Cape Verdean and Brazilian immigrants. The sample consisted of 100 participants, 50 immigrants Cape Verdean and 50 Brazilians, 50 female and 50 male gender who completed a self-assessment protocol consists of the Beck Depression Inventory (BDI-I, Beck et al, 1961; adapted by Adriano Vaz Serra, 1973), the Brief COPE (Brief COPE, Carver, Scheier, & Weintraub, 1989; English version Pais-Ribeiro & Rodrigues, 2004) and the Resilience Scale (Wagnild, & Young, 1993; English version Carvalho & Leal, 2012). The results demonstrated that the high depression was associated with less use of coping strategies and less resiliency level, as would be expected. Comparing the groups for the use of coping strategies, the results showed that Brazilian immigrants use more coping strategies than the Cape Verdean immigrants. With regard to depressive symptomatology of evidence, most immigrants present absence of depressive symptoms. The results were analyzed based on the literature.
Description: Orientação: Marina Carvalho
URI: http://hdl.handle.net/10437/7135
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View Description
Madalena Tese com júri.pdf 942.9Kb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account