O impacto da partilha social, da autoeficácia e da literacia em saúde no bem-estar dos cuidadores de crianças e jovens com paralisia cerebral

DSpace/Manakin Repository

O impacto da partilha social, da autoeficácia e da literacia em saúde no bem-estar dos cuidadores de crianças e jovens com paralisia cerebral

Show full item record

Title: O impacto da partilha social, da autoeficácia e da literacia em saúde no bem-estar dos cuidadores de crianças e jovens com paralisia cerebral
Author: Ramos, Filipa Raquel Fragoso Clemente
Abstract: O presente estudo teve como objetivo avaliar o impacto da partilha social, da autoeficácia e da literacia em saúde no bem-estar dos cuidadores de crianças e jovens com paralisia cerebral. Foi utilizada uma amostra composta por 48 cuidadores. O protocolo de investigação foi composto por questionário sociodemográfico e as seguintes medidas: Mental Health Continuum – MHC-SF (Keyes et al., 2008);Escala de Autoeficácia do Cuidador – EAEC (adaptação de Mata, 2012); Questionário de Partilha Social das Emoções construído para este estudo, tal como o teste de Literacia em Saúde – Paralisia Cerebral. Os resultados indicaram que a partilha social é uma estratégia de regulação emocional eficaz e que a sua utilização se associa a níveis elevados de bem- estar psicológico. Verificou-se ainda uma relação entre a autoeficácia e o bem-estar.This study aimed to evaluate the impact of social sharing of emotion, self-efficacy and health literacy on well-being of caregivers of children and young people with cerebral palsy. A sample was used consisting of 48 caregivers. The research protocol consisted on a sociodemographic questionnaire and the following measures: Mental Health Continuum – MHC-SF (Keyes et al., 2008); Scale for Caregiving Self-Efficacy - SCSE (adaptation from Mata, 2012), Social Sharing questionnaire of Emotions and a test of Health Literacy – Cerebral Palsy, both built for this study. The results of this paper showed that social sharing of emotion is an effective emotional regulation strategy and its use is associated with high levels of psychological well-being. The results also showed a relationship between self-efficacy and well-being.
Description: Orientação: Cristina Camilo
URI: http://hdl.handle.net/10437/7131
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View Description
FilipaRamos_TeseFinalDefesa.pdf 1.114Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account