Avulsão do plexo braquial em cães: estudo descritivo de nove casos clínicos

DSpace/Manakin Repository

Avulsão do plexo braquial em cães: estudo descritivo de nove casos clínicos

Show full item record

Title: Avulsão do plexo braquial em cães: estudo descritivo de nove casos clínicos
Author: Lagarelhos, Andreia Queirós de Moura
Abstract: A avulsão traumática das raízes nervosas do plexo braquial é a causa mais comum de monoparesia ou monoplegia em animais de companhia, sendo o atropelamento e a queda em altura as causas mais comuns. Com base nos sinais clínicos, no exame neurológico e nos estudos electrodiagnósticos é possível, não só elaborar o diagnóstico, como localizar a que nível se encontra a lesão e emitir o prognóstico (Añor, 2013). Este estudo consistiu na descrição de nove casos clínicos em cães observados na Clínica Ani+ entre 2010 e 2011 e na Clínica Referência Veterinária entre 2011 e 2015 e com diagnóstico de avulsão do plexo braquial. O objectivo deste trabalho foi o de caracterizar os dados epidemiológicos da população estudada, a etiologia da doença, a apresentação clínica e alterações no exame neurológico, bem como os dados obtidos nos exames complementares de diagnóstico e a evolução da doença. Após a análise dos dados obtidos, verificou-se que a maior parte dos animais em estudo eram cães machos, sem raça definida, jovens com menos três anos e com peso vivo inferior a 15 Kg. Quase todos os animais tinham história de traumatismo, sendo o atropelamento a etiologia mais frequente. Os sinais clínicos observados e os resultados do exame neurológico foram semelhantes entre os cães em estudo. Constatou-se assim que, de uma forma geral, estes apresentavam monoparesia ou monoplegia, com aparecimento súbito e não progressivo após evento traumático, reacções posturais e reflexos espinhais diminuídos ou ausentes e ausência de sensibilidade profunda no membro torácico afectado. A anisocoria e reflexo do músculo cutâneo do tronco ausente ipsilateral à lesão foram registados na maior parte dos animais. Os exames complementares devem ser realizados de modo a confirmar a doença e a identificar a que nível do sistema nervoso periférico ocorreu lesão. Quanto ao tratamento, este consistiu, essencialmente, numa abordagem conservativa que incluiu a reabilitação física e a prevenção de feridas do membro afectado. Este estudo permitiu constatar que a doença tem mau prognóstico em relação à recuperação funcional do membro, tendo apenas um animal recuperado totalmente a sensibilidade profunda e a capacidade funcional. Dos nove animais em estudo, três foram amputados, embora só se conheça o motivo desta decisão em um deles.Traumatic injuries causing avulsion of the nerve roots of the brachial plexus are the most common cause of thoracic limb monoparesis or monoplegia in companion animals, being the road traffic accidents and falls from a height the most common causes. Through the clinical signs, neurologic exam and electrodiagnostic studies it is possible not only to perform the diagnostic, but also to identify the location of the injury is located and to determine the prognosis (Añor, 2013). This study aimed to describe nine clinical cases in dogs attended at the Clínica Ani+ between 2010 e 2011 and at the Clínica Referência Veterinária between 2011 and 2015 diagnosed with avulsion of the brachial plexus. The objective was to characterize the epidemiological data of the studied population, the etiology of the disease, the clinical presentation and alterations in the neurologic examination, the data obtained from the ancillary diagnostic tests and the disease progression. Concerning the population in the study, the majority of the animals were mongrel, male dogs, younger than three years old and weighing less than 15 Kg. Almost all of the animals had trauma history, being the road traffic accident the most common cause. The description of the clinical presentation and the neurologic exam were similar among the studied animals. In general, the dogs revealed monoparesis or monoplegia, with acute and non-progressive clinical signs after traumatic incident, postural reactions and spinal reflexes diminished or absent and absent sensation in the affected forelimb. Anisocoria and the lack of ipsilateral cutaneous trunci reflex were recorded in most animals. Ancillary diagnostic exams should be performed to confirm the disease and to determine in which level is the peripheral nervous system affected. The treatment involved a conservative comprising physical rehabilitation and prevention of injuries in the afected limb. This study allowed to observe that this disease has poor prognosis for a useful recovery of limb function and only one animal recovered full sensitivity and limb functional capacity. From the nine dogs analyzed in this study, three were subjected to amputation, although it is only known the reason for this decision for one of this cases.
Description: Orientação :João Filipe Requicha ; co-orientação : João Ribeiro
URI: http://hdl.handle.net/10437/7053
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View Description
APB - Doc definitvo.pdf 1.810Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account