Doença estomatológico-dentária em gatos das raças Persa e Exótica: estudo retrospetivo

DSpace/Manakin Repository

Doença estomatológico-dentária em gatos das raças Persa e Exótica: estudo retrospetivo

Show full item record

Title: Doença estomatológico-dentária em gatos das raças Persa e Exótica: estudo retrospetivo
Author: Louro, João Manuel Simões
Abstract: Os gatos das raças Persa e Exótica, devido a serem braquicéfalos, possuem um espaço limitado para a erupção normal dos dentes o qual predispõe a certas doenças do foro estomatológico-dentário. O presente trabalho teve como objetivo realizar um estudo retrospetivo das doenças orais e dentárias observadas nos animais destas duas raças, bem como identificar a eventual predisposição racial destas alterações. A população estudada foi constituída por 45 gatos, maioritariamente referidos por problemas dentários, dos quais 38 eram de raça Persa e 7 de raça Exótica, com idades compreendidas entre os 2 meses e os 16 anos (média de 5,34 anos). Nestes animais, foram registadas as alterações clinicamente visíveis, tais como: a ausência e desvio de dentes, o tipo de oclusão dentária, a presença de gengivite e a classificação da doença periodontal. Com recurso à radiologia intraoral, foram registadas alterações radiográficas, tais como: as lesões de reabsorção dentária, a periodontite e a impactação dentária. As alterações com maior prevalência nestas raças foram a ausência dentária e a alteração de posição, principalmente do dente canino maxilar esquerdo (dente 204). A má-oclusão dentária foi observada em 64,4% dos animais. A doença periodontal e a reabsorção dentária obtiveram uma prevalência de 64,4% e 51,1%, respetivamente, na população estudada. Este trabalho permitiu concluir que a doença periodontal é a doença mais prevalente nestas raças. Este estudo contribuiu para um maior conhecimento sobre as doenças estomatológico-dentárias do gato e, em particular, na raça Persa e na raça Exótica.Persian and Exotic cats, due to the size of the dental arches, have a limited space for the normal eruption of the teeth when compared to other breeds of cats, which may increase the prevalence of some oral diseases. The present study conducted a retrospective study of the oral and dental diseases in these two breeds, and identify if there was a racial predisposition of these conditions. The studied population comprised 45 cats, mostly referred by dental problems, including 38 Persian and 7 Exotic cats, between 2 months and 16 years old (mean age of 5.34 years). The clinically visible (absence and misuse of teeth, occlusion, presence of gingivitis and periodontal disease) and radiographic (mainly for inclusions, root resorption and periodontitis) changes were recorded. Changes with the highest prevalence in these breeds were tooth absence and the change of position, especially of the tooth 204. The dental malocclusion was 64.4%. Periodontal disease and tooth resorption obtained a prevalence of 64.4% and 51.1% respectively. This study allowed to conclude that the periodontal disease is the dental disease with the highest incidence in these breeds. These results contributed to a greater knowledge of the dental diseases in this animals, particularly, these two breeds.
Description: Orientação: João Filipe Requicha; co-orientação: Lisa Mestrinho
URI: http://hdl.handle.net/10437/7041
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação de ... oão Louro Versão Final.pdf 3.707Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account