Prevalência de parasitas gastrointestinais em aves de falcoaria e psitacídeos no distrito de Lisboa

DSpace/Manakin Repository

Prevalência de parasitas gastrointestinais em aves de falcoaria e psitacídeos no distrito de Lisboa

Show full item record

Title: Prevalência de parasitas gastrointestinais em aves de falcoaria e psitacídeos no distrito de Lisboa
Author: Lourenço, Cátia Maria Moutinho
Abstract: As aves podem ser acometidas por vários parasitas gastrointestinais tais como os helmintes e os protozoários. Estes têm vindo a destacar-se relativamente à frequência e aos numerosos problemas sanitários que provocam nas aves, selvagens e exóticas, mantidas em cativeiro. Vários estudos têm sido efetuados nos últimos anos, acerca da prevalência de parasitas gastrointestinais em aves de rapina e psitacídeos selvagens mas poucos têm sido efetuados nestas aves mantidas em cativeiro. Este trabalho pretende avaliar a prevalência dos parasitas gastrointestinais das aves de falcoaria e dos psitacídeos mantidos em cativeiro e a eventual necessidade de efetuar uma terapêutica preventiva e/ou curativa das parasitoses. Para tal foram realizados exames coprológicos através do método direto, método de flutuação e método de sedimentação em 121 aves, das quais 74 psitacídeos e 47 aves de falcoaria de varias espécies, idades e sexos, presentes em consultas na clínica vetolaias, oriundas de lojas, criadores e colecionadores. A presença de parasitas gastrointestinais foi observada em 4,1% dos psitacídeos e 14,9% nas aves de falcoaria. Este estudo demonstrou que, embora a prevalência observada não tenha sido tão elevada como descrita noutros estudos realizados, as aves em cativeiro também estão predispostas às parasitoses gastrointestinais, sendo aconselhável a adoção de medidas de prevenção.Birds can be affected by various gastrointestinal parasites such as protozoa and helminths. These have come to stand out in relation to the frequency and the many health problems that affect wild and exotic birds kept in captivity. Several studies have been made in recent years on the prevalence of gastrointestinal parasites in birds of prey and psittacine birds but few have been performade in these animals kept in captivity. This work intends to evaluate the situation of gastrointestinal parasites of falconry birds and psittacines in captivity and the possible need to make a preventive therapy and / or treatment of parasitic diseases. For this purpose stool tests were conducted through direct method, flotation method and sedimentation method in 121 birds, of which 74 were psittacines and 47 falconry birds of various species, ages and genders, present in consultations at the clinic vetolaias, coming from petshops, breeders and private collectors. The presence of gastrointestinal was observed parasites in 4.1% of the psittacines and 14.9% in the falconry birds. This study showed that, although the prevalence observed was not as high as described in other studies, the captive birds are also prone to gastrointestinal parasites, it is advisable to adopt preventive measures.
Description: Orientação: Ana Munhoz ; co-orientação: Rui Filipe Galinho Patrício
URI: http://hdl.handle.net/10437/7032
Date: 2015


Files in this item

Files Size Format View Description
Tese FINAL CÃƒÆ ... (tese 2)1 (Recuperado).pdf 1.523Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account