Contribuição do médico veterinário na educação dos proprietários de cães e gatos sobre o tratamento e controlo das parasitoses

DSpace/Manakin Repository

Contribuição do médico veterinário na educação dos proprietários de cães e gatos sobre o tratamento e controlo das parasitoses

Show full item record

Title: Contribuição do médico veterinário na educação dos proprietários de cães e gatos sobre o tratamento e controlo das parasitoses
Author: Ferreira, Andreia Vanessa Tomás
Abstract: Canídeos e Felídeos domésticos podem ser parasitados por várias espécies apresentando sintomatologia variada, alguns deles com poder zoonótico apresentando uma grande importância em termos de Saúde Pública e Ambiental. Este estudo teve como finalidade a avaliação do papel do Médico Veterinário na educação dos proprietários de cães e gatos sobre a importância do tratamento e controlo das parasitoses e a sua relevância como zoonoses, assim como o nível de conhecimento dos proprietários. Procedeu-se à realização de um inquérito sobre o tema, com o objetivo de analisar a parasitofauna de cães e gatos domésticos. Neste caso foram estudados endoparasitas gastrointestinais através de amostras coprológicas e ectoparasitas através da observação direta e posterior recolha. Foi utilizado o Método de Willis para as amostras coprológicas que permite a deteção de ovos de nemátodes e céstodes, oocistos e quistos de protozoários. Os ectoparasitas foram identificados com a ajuda de chaves dicotómicas. Foram recolhidas 116 amostras coprológicas, juntamente com um inquérito direcionado aos donos, com a finalidade de rastrear os animais que fazem desparasitação e aqueles que não fazem, para testar a eficácia da profilaxia usada nesta região.93,5% (43/46) dos gatos não apresentavam endoparasitas, sendo apenas 6,5% (3/46) positivos para endoparasitas, entre eles um caso de Ancylostoma, um caso de Toxocara cati e um caso de infecção múltipla por T. cati e Cystoisospora felis, todos com idade inferior a um ano. Nos cães 98,6% (69/70) não apresentavam endoparasitas, sendo apenas 1,4% (1/70) positivos para endoparasitas, nomeadamente Toxocara canis, apresentando idade inferior a um ano.Nos gatos, 24% (11/46) apresentava pulga e 76% (35/46) não tinham ectoparasitas. Nos cães 57% (40/70) não apresentava a ectoparasitas e 14% apresenta pulgas (10/70), 12% (8/70) carraças e a 17% (12/70) colectaram-se pulgas associadas a carraças. Concluiu-se que o fator determinante para a correcta implementação das medidas de controlo é a informação dos donos cedida pelo Médico-VeterinárioDomestic canines and felines can be infected by several species with varied symptoms, some of them with zoonotic capacity having a great importance in terms of Public and Environment Health. This study aimed the assessment of the Veterinarian role in educating owners of dogs and cats on the importance of treatment and control of parasitic diseases and their relevance as zoonoses, as well as the level of knowledge of the owners. For it an inquiry was enducted on the subject, in order to analyze the parasitie fauna of domestic dogs and cats. In this gastrointestinal study endoparasites and ectoparasites were analised through coprologics samples by direct collection and subsequent observation. Willis methd was used for coprologic samples which allowed the detection of nematode eggs and cestodes, protozoan cysts and oocysts. Ectoparasites were identified with the aid of dichotomous keys. 116 faeces samples were collected along with a survey directed to the owners, in order to trace animals that make worming and those who do not, to test the efficacy of prophylaxis used in this region. 93.5% (43/46) cats have endoparasites, with only 6.5% (3/46) were positive, including a case Ancylostoma, Toxocara cati a case and a case of multiple infection with T. cati and Cystoisospora felis, all under the age of one year. 98.6% (69/70) dogs do not have GI parasites and only 1.4% (1/70) positive, in particular Toxocara canis, with the age of one year. 24% (11/46) has fleas in cats and 76% (35/46) has ectoparasites. 57% (40/70) dogs has no ectoparasites, fleas have 14% (10/70), 12% (8/70) ticks, 17% (12/70) fleas associated with ticks. We conclude that the determining fator for the correct implementation of control measures is the information from owners relinquished by the Medical Veterinary.
Description: Orientação : Ana Maria Duque de Araújo Munhoz
URI: http://hdl.handle.net/10437/7028
Date: 2016


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação Final 28-01-2016 (V2) Corrigida.pdf 1.142Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account