Implementação de um sistema de identificação electrónica em equídeos de trabalho em Marrocos e o seu impacto na qualidade da informação clínica num hospital veterinário

DSpace/Manakin Repository

Implementação de um sistema de identificação electrónica em equídeos de trabalho em Marrocos e o seu impacto na qualidade da informação clínica num hospital veterinário

Show simple item record

dc.contributor.advisor Lima, João Ribeiro, orient.
dc.contributor.author Lamas, Luís Falcão Ressano Garcia
dc.date.accessioned 2016-01-14T14:16:48Z
dc.date.available 2016-01-14T14:16:48Z
dc.date.issued 2015
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/10437/6799
dc.description Orientação : João Ribeiro Lima ; co-orientação : João Brandão Rodrigues pt
dc.description.abstract Dado que os equídeos de trabalho são um vector essencial da economia e subsistência das populações nos países em desenvolvimento, a construção de estratégias integradas de apoio a estas populações carece de informação organizada e fiável. Como tal, e para que não restem dúvidas que sem identificação electrónica não é possível haver registos fidedignos, foi elaborado este trabalho. Foram então utilizados registos clínicos de 569 equídeos (mulas, cavalos e burros), dos quais 293 foram identificados por microchip, ou seja, identificados electronicamente, durante um período de 3 meses (1 de Janeiro a 31 de Março de 2013), na American Fondouk, Fez, Marrocos. A base de dados construída, a partir destes registos, permitiu concluir que os equídeos, que foram identificados por microchip, apresentaram um registo de diagnóstico em 88,7 por cento das vezes, comparativamente com os 30,4 por cento dos equídeos não identificados por microchip. Com estes registos verificou-se que patologias graves, como o tétano, necessitam de uma atenção redobrada por parte das ONGs. Assim, demonstrou-se a importânciada identificação fiável dos animais, permitindo o relacionamento seguro dos equídeos com a sua história clínica, presente na base de dados. pt
dc.description.abstract Working animals are an essential element of the economy and subsistence in developing countries, so the construction of integrated strategies to support these populations lacks organized and reliable information. As such, and for the avoidance of doubt that without electronic identification there can be no reliable records, it was produced this study. In this study, clinical records of 569 equids (mules, horses and donkeys), of which 293 were microchipped, or electronically identified, during a period of 3 months (1st January to 31st March, 2013), were used at the American Fondouk, Fez, Morocco. The database constructed from these records, concluded that the animals microchipped presented a diagnostic registration in 88.7 percent of cases, compared with 30.4 percent of the animals that were not microchipped. With these records it was found that serious diseases like tetanus require careful attention by NGOs.Thus, it was demonstrated the importance of reliable identification of animals enabling secure relationship of the animals with their medical history, present in the database. en
dc.format application/pdf
dc.language.iso por pt
dc.rights openAccess
dc.subject MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA VETERINÁRIA pt
dc.subject VETERINÁRIA pt
dc.subject EQUÍDEOS pt
dc.subject IDENTIFICAÇÃO pt
dc.subject ONG pt
dc.subject ANIMAIS DE TRABALHO pt
dc.subject MARROCOS pt
dc.subject EQUIDS en
dc.subject IDENTIFICATION en
dc.subject NON-GOVERNMENTAL ORGANIZATIONS en
dc.subject WORKING ANIMALS en
dc.subject MOROCCO en
dc.subject MEDICINA VETERINÁRIA pt
dc.subject VETERINARY MEDICINE en
dc.title Implementação de um sistema de identificação electrónica em equídeos de trabalho em Marrocos e o seu impacto na qualidade da informação clínica num hospital veterinário pt
dc.type masterThesis


Files in this item

Files Size Format View Description
Tese - Luís Falcão Lamas.pdf 1.603Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account