Relação da titulação de anticorpos anti-coronavírus felino e anamnese, sinais clínicos e laboratoriais comummente utilizados para diagnóstico da peritonite infeciosa felina

DSpace/Manakin Repository

Relação da titulação de anticorpos anti-coronavírus felino e anamnese, sinais clínicos e laboratoriais comummente utilizados para diagnóstico da peritonite infeciosa felina

Show full item record

Title: Relação da titulação de anticorpos anti-coronavírus felino e anamnese, sinais clínicos e laboratoriais comummente utilizados para diagnóstico da peritonite infeciosa felina
Author: Martins, Silvia Lopes 
Abstract: A peritonite infecciosa felina (PIF) é das doenças infecciosas mais frequentes na espécie felina, afectando gatos domésticos (Felis catis) e selvagens. Esta doença é provocada por uma estirpe virulenta do coronavírus felino (FeCoV), e é sempre fatal após manifestação dos sintomas, sendo normalmente descrita como sendo uma doença do indivíduo, fortemente dependente não só da virulência viral, mas também de factores ambientais e do hospedeiro, nomeadamente da sua resposta imunitária. O presente estudo retrospectivo focou-se numa população de 122 gatos seguidos entre os anos 2010 e 2014 no Hospital Veterinário Vasco da Gama em Lisboa, para os quais foi realizada a titulação de anticorpos anti-FeCoV, sendo o objectivo principal relacionar o título de anticorpos anticoronavírus (anti-FeCoV) com a anamnese, sinais clínicos e parâmetros laboratoriais apresentados pelos animais suspeitos de PIF, avaliando assim se a sua determinação contribui para um correcto diagnóstico da PIF. Para além de se ter encontrado uma relação estatisticamente significativa entre um título positivo de anticorpos anti-FeCoV e a ocorrência de líquidos de derrame (especialmente ascite), a hiperglobulinémia e a hiperbilirrubinémia, também foi encontrada uma relação estatisticamente significativa entre um título negativo de anticorpos anti-FeCoV e gatos sem contacto regular com outros gatos e a presença de sinais clínicos neurológicos. Todas as relações identificadas estão de acordo com o descrito na bibliografia, com a excepção dos sinais clínicos neurológicos associados a títulos negativos de anticorpos anti-FeCoV, que geralmente estão presentes em animais afectados por PIF, esperando-se por isso que a incidência destes sintomas em animais com títulos anti-FeCoV positivos fosse predominante. Nesta população a titulação de anticorpos anti-FeCoV foi realizada essencialmente como meio complementar de diagnóstico clínico de PIF e não como meio de avaliar a ocorrência de uma exposição prévia ao FeCoV, não tendo sido detectada uma diferença significativa entre os títulos de anticorpos anti-FeCoV entre ambos os grupos. Assim sendo, e com base nos resultados obtidos neste estudo, a repetição periódica da titulação em animais sem sintomatologia de PIF mas que poderão ter estado em contacto com animais infectados com FeCoV durante um período de um ano deverá ser realizada para avaliar a evolução da situação, de acordo com o preconizado pelo laboratório DNATech. Já no caso dos animais com sintomatologia suspeita de PIF, a titulação deverá ser realizada e o resultado analisado tendo em conta a anamnese, sinais clínicos e parâmetros laboratoriais apresentados pelos animais, continuando a histopatologia associada à imunohistoquímica a ser actualmente o método de diagnóstico de PIF com maior valor diagnóstico.Feline infectious peritonitis (FIP) is one of the most frequent feline infectious diseases, affecting both domestic (Felis Catis) and wild cats. This disease is caused by a virulent strain of feline coronavirus and is always fatal upon clinical manifestation, being usually described as a disease that affects single animals and whose outcome dependens not only on the virulence of a given viral strain, but also on environmental factors and on host characteristics, namely its immune response. The main aim of the present study was to find a connection between the anti-feline coronavírus (FeCoV) antibody titers and the anamnesis, clinical signs and laboratory values from animals suspected of FIP, thus evaluating the contribution of its determination for a correct FIP diagnosis. For this purpose, a group of 122 cats followed between 2010 and 2014 at the Vasco da Gama Veterinary Hospital in Lisbon, for whom anti-FeCoV antibody titer determination was performed, was chosen. Besides finding a statistically significant association between a positive anti-FeCoV antibody titer and the presence of effusions (mainly ascitis), hyperglobulinemia and hyperbilirrubinemia, a statistically significant association between a negative anti-FeCoV antibody titer and cats that have no contact with other cats and neurologic symptoms has also been identified. All these associations are in accordance with what was previously described in the literature, with the exception of the last one, since neurological symptoms are very often identified in cats affected by FIP, thus an association with a positive titer would be more likely. Finally, in this population this test was performed essentially as a complementary diagnostic tool in FIP-suspected cases and not to evaluate the occurrence of a previous FeCoV exposure; no difference in FeCoV antibody titers between the two studied groups was found. Based on the presented results, it is advisable to repeat the anti-FeCoV titration in animals whithout FIP symptoms that have been exposed to FeCoV-infected animals during 1 year, in accordance with DNATech lab recommendations. If the animal has FIP-related symptoms, the titration result must always be analysed having into account the anamnesis, clinical signs and laboratory values presented by the affected animals. However, a definitive FIP diagnosis can only be obtained after performing the FIP golden standard technique histopathology, preferably in association with immunohistochemistry.
Description: Orientação: Daniel Murta
URI: http://hdl.handle.net/10437/6793
Date: 2015


Files in this item

Files Size Format View Description
Tese Final_cd.pdf 1.472Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account