Oralidade na sala de aula : concepções e registros de práticas de um grupo de professores de língua portuguesa

DSpace/Manakin Repository

Oralidade na sala de aula : concepções e registros de práticas de um grupo de professores de língua portuguesa

Show full item record

Title: Oralidade na sala de aula : concepções e registros de práticas de um grupo de professores de língua portuguesa
Author: Gama, Tânia Dantas
Abstract: O uso intencional da linguagem oral, enquanto elemento fundamental na escolarização, tem se tornado tema relevante. Contudo, a discrepância entre as produções teóricas e a prática educativa tem suscitado questionamentos, dentre eles, quais as concepções e práticas de oralidade que possuem os professores? Diante do exposto, a presente Tese objetivou verificar como professores de Língua Portuguesa fomentam a oralidade enquanto objeto de ensino e aprendizagem em turmas do 6º ano do Ensino Fundamental II, na rede pública municipal, na cidade de João Pessoa - Paraíba (Brasil), analisando suas concepções e práticas. O estudo foi conduzido tendo como base teórica os postulados de Saussure (1995), Bakhtin (1992, 2006), Freire (1996, 2005) e Marcuschi (2003). Como metodologia, utilizou-se uma abordagem qualitativa, com a estratégia de estudo de caso, com triangulação das fontes e das análises, a partir da Análise de Conteúdo (Bardin, 1995). Observou-se uma concepção do oral enquanto fala, instrumento para transmitir conteúdos e como meio de interação. A práxis dos participantes revelou lacunas que englobam a falta de fundamentação teórica, de formação continuada, de planejamento e envolvimento dos estudantes. Destarte, tomar a oralidade como objeto de ensino envolve compreender sua adequação às práticas sociais, os discursos que nela circulam e seus mecanismos linguísticos, e assim trabalhar a língua em sua realidade dialógica.The intentional use of oral language as an essential element in schooling has become a relevant theme. However, the discrepancy between theoretical productions and educational practices has raised questions as: what are the teacher’s concepts and practices about orality? According to this idea, this Doctoral Thesis aimed to verify how Portuguese Language teachers encourage the orality as a teaching and learning object in the 6th grade class of an elementary public school in the city of João Pessoa - Paraíba (Brazil), analyzing the teacher’s conceptions and practices. The theoretical base was Saussure, Bakhtin, Paulo Freire and Marcuschi. As a methodology we used a qualitative approach, with the case study and triangulation of sources and analyzes. As the results, we observed that teachers understand orality as a tool to transmit contents and as a way of interaction. Their practice revealed gaps that enclose a lack of theoretical foundation, continuing education, planning and engagement of students. Thus, take orality as a teaching object involves understanding their suitability to social practices, discourses that circulate it in their language mechanisms, and so working the language into your dialogical reality.
Description: Orientação : Lucimar Almeida Dantas ; co-orientação : Maria Neves Gonçalves
URI: http://hdl.handle.net/10437/6685
Date: 2015


Files in this item

Files Size Format View
Tânia Dantas -TESE finall.pdf 2.182Mb PDF View/Open

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account